Cioran et les Juifs

D. auquel je disais que depuis trente ans j’habitais l’hôtel et que je ne réussissais à m’enraciner nulle part, m’a répondu, en Juif fier de l’être, que j’étais le « goy errant ».

Je ne m’entends qu’avec ceux qui n’ont aucune espèce de patrie. Mes affinités profondes avec les Juifs.

*

D., a quem eu dizia que havia trinta anos eu habitava o hotel e que não conseguia me enraizar em nenhum lugar, me respondeu, como judeu orgulhoso de sê-lo, que eu era o “goy errante”.

Eu só me entendo com quem não possui nenhuma espécie de pátria. Minhas afinidades profundas com os judeus.

CIORAN, E.M., Cahiers : 1957-1972. Paris : Gallimard, 1997.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s