Insônia – Mario Eduardo Costa Pereira

Dormir aparece nos dicionários como o ato de estar entregue ao sono, de permanecer num estado de repouso, de suspensão da atividade motora e perceptiva. Mas será que esta definição ainda se aplica ao nosso sono contemporâneo? Estamos conseguindo nos entregar plenamente ao ato de dormir?

A insônia pode ser um retrato do nosso tempo, ela nos convida a uma verdadeira investigação para transformação de nós mesmos, da nossa sociedade e da nossa cultura.

Como entender e diferenciar os vários aspectos desse “distúrbio” aparentemente tão comum nos dias de hoje.


Mario Eduardo Costa Pereira é psiquiatra, psicanalista, professor titular em Psicologia Clínica pela Université de Provence Aix-Marseille I (2009) e livre-docente em Psicopatologia pela Unicamp (2008). Atualmente é professor associado do Departamento de Psicologia Médica e Psiquiatria da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp, onde dirige o Laboratório de Psicopatologia: Sujeito e Singularidade (LaPSuS). Mestre em Saúde Mental pela Unicamp (1989). Doutor em Psicopatologia Fundamental e Psicanálise pela Université de Paris VII – Denis Diderot (1995), sob orientação do Prof. Pierre Fédida. Diretor do Núcleo São Paulo do Corpo Freudiano – Escola de Psicanálise.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s