Abertura do Colóquio Internacional Liliana Herrera em torno de Cioran: in memoriam

É uma honra anunciar a abertura do Colóquio Internacional Liliana Herrera em torno de Cioran.

A natureza do Colóquio

Este Colóquio foi concebido como um evento acadêmico e transdisciplinar 100% online, em caráter experimental, sendo realizado pela primeira vez neste formato virtual e à distância, aqui no YouTube.

É um evento independente e colaborativo, reunindo intelectuais de diferentes países e distintas especializações acadêmicas, em torno do interesse comum por Cioran em diálogo com outros autores, em um amplo arco de relações temáticas.

O Colóquio Internacional Liliana Herrera nasce do desejo de homenagear Liliana Herrera, cujo nome este evento orgulhosamente incorpora como sinônimo de uma voluptuosa – e insolúvel – paixão intelectual: a paixão-Cioran de Liliana, da qual me declaro cúmplice, culminou numa vida de estudos, publicações, traduções e atividades culturais em torno do pensador romeno.

Este Colóquio não teria razão de ser não fosse a ausência de Liliana Herrera entre nós. Tem o propósito de fazê-la simbolicamente presente, como um ícone e um paradigma (feminino) dessa paixão tão lilianiana que tende a ganhar corpo na forma de grupos de estudo, monografias, teses, artigos acadêmicos e atividades culturais.

Uma vida, uma obra, uma grande mulher

Liliana foi uma mulher polivalente e singular: filósofa e professora universitária de filosofia, além de poeta, escritora e ensaísta, tradutora e criadora de um dos mais importantes congressos sobre Cioran que já existiram: o Encuentro Internacional Emil Cioran (2008-2017), em Pereira, na Colômbia, do qual tive o privilégio de participar em 4 diferentes ocasiões (2013, 2014, 2015, 2017).

Seu falecimento, em 20 de setembro de 2019, significa uma perda irreparável para todos nós que conhecemos e convivemos com Liliana Herrera: colegas, amigos, familiares. Quando a conheci, em 2013, não podia imaginar que a perderia de modo tão inesperado – ela que havia se tornado uma grande amiga à distância e, se posso dizê-lo, a irmã mais velha que nunca tive. Liliana tinha a virtude da hospitalidade, entre outras. Eu daria tudo para tê-la conosco, para poder estar com ela nos seus Encuentros. Como escreve Nietzsche em Assim falou Zaratustra, “a vontade não pode querer para trás”, “eis a solitária aflição da vontade.”

Um legado inestimável

O Encuentro Internacional Emil Cioran, criado e realizado por Liliana Herrera durante 10 anos consecutivos, na cidade de Pereira, na Colômbia, tinha uma magia especial, uma atmosfera muito própria, criada em parte por Liliana, com seus cuidados e toques especiais na condução do evento, e em parte naturalmente propiciada pelo meio cultural e acadêmico no qual estava inserido, nesse maravilhoso país que é a Colômbia.

Seus encuentros foram singulares e irrepetíveis; permanecem, entretanto, a memória, a experiência, o aprendizado – tudo o que transcende a imediatez da vida e da morte. Podemos pensar, como Kierkegaard, que “o amor da recordação é o único feliz”, ainda que antes nos tenha feito infelizes. A recordação, assevera o filósofo dinamarquês (postulando um paradoxo que para mim não tem nada de gratuito nem de abstrato), “tem a grande vantagem de começar com a perda; por isso é mais segura, já que nada tem a perder.”

Como escreve o filósofo romeno Constantin Noica, citado por Simona Constantinovici, “uma palavra é uma árvore. Tenha nascido em sua própria terra ou caído como uma semente vinda de outros mundos, uma palavra é sempre, afinal, uma criatura específica.” As sementes cioranianas foram plantadas, dentro e fora da Colômbia. Este Colóquio é um dos primeiros frutos da semeadura filosófica de Liliana Herrera.

Este Colóquio não pretende ser um sucedâneo, uma continuação do Encuentro Internacional Emil Cioran; é, isto sim, um tributo à sua realizadora pereirana, um evento inteiramente novo, num formato distinto, virtual e independente, e – é claro – um pretexto para reunir pessoas – intelectuais – de diferentes países e distintas especializações acadêmicas em torno da obra de Cioran, em diálogo com outras obras, perpetuando assim o espírito humanístico e inclusivo de Liliana.

A escolha do nome: Liliana Herrera como sinônimo de paixão nos estudos cioranianos

Desde o ano passado, quando completou-se um ano do seu falecimento, em 20 de setembro de 2019, diversas homenagens foram feitas a Liliana, na Colômbia e em vários países. O Espacio María Liliana Herrera Alzate, um blog vinculado ao Portal E.M. Cioran Brasil, foi criado em sua memória. Desde então eu vinha nutrindo o desejo de realizar um evento on-line para homenageá-la neste ano de 2021. Há poucos meses comentei com Alfredo Abad, que aprovou a ideia e aceitou participar da organização. Após definir uma série de detalhes e com algumas conferências já confirmadas, me dei conta de que não tínhamos um nome. Colóquio Internacional Liliana Herrera em torno de Cioran nos pareceu o nome ideal, colocando este evento sob a égide da assim-chamada “cúmplice de Cioran em Pereira”, como um jornal colombiano apresentou Liliana aos leitores, incorporando seu nome como a insígnia de uma paixão intelectual fecunda e inextinguível. “Em torno de Cioran”, en torno a Cioran, em espanhol, é o título de um dos volumes de artigos que resultaram dos Encuentros de Liliana. O ideal seria tê-lo feito em setembro, o mês do falecimento de Liliana (e do meu aniversário), mas ficou muito em cima e não teríamos tempo de divulgar o evento como merecia.

Disclaimer

Além de ser independente, este é um evento sem fins lucrativos. O Portal E.M. Cioran Brasil no YouTube é, ele mesmo, um canal desmonetizado por incluir conteúdos protegidos por direitos autorais. Nunca tive nenhum financiamento para manter o canal, e não tivemos para a realização do Colóquio; todo o investimento (em tempo, trabalho e dedicação intelectual, inclusive um anúncio pago no Facebook) foi por nossa conta. Liliana merece – e não só isso, estou convencido de que ficaria comovida com o gesto. Este Colóquio não é o Encuentro de Liliana; é um evento virtual à mestra pereirana, buscando perpetuar essa paixão do insolúvel que animou sua vida intelectual. Seu espírito nos inspira a manter a chama acesa, disseminando seu precioso legado cioraniano.

Enfim, é uma enorme honra anunciar a realização deste Colóquio Internacional Liliana Herrera. Entre 2 e 16 de outubro, serão 27 conferências e debates com uma diversidade de intelectuais, acadêmicos ou não, de diferentes áreas do saber e de distintos países, como Argentina, Brasil, Colômbia, Espanha, México, Itália e Romênia. Estar junto a vocês, reunidos por um conjunto de interesses em comum, é causa de imenso orgulho para mim. Quero agradecer por sua participação; sem vocês, este Colóquio não aconteceria.

Hoje, 2 de outubro, é um sábado inteiramente dedicado a Liliana Herrera. Nesta sessão solene de abertura, temos a presença de alguns convidados ilustres que farão homenagens a Liliana. A começar pelo prof. Carlos Ossa, esposo da homenageada, que nos dá a honra de sua presença com algumas palavras auspiciosas para abrir o Colóquio Internacional Liliana Herrera.

Rodrigo Inácio R. Sá Menezes, 2 de outubro de 2021


Publicidade

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s