« Paléontologie », de Le Mauvais Démiurge (1969): leitura comentada – Rodrigo Menezes

Live tertúlia no YouTube sobre um importantíssimo ensaio deste livro ainda inédito em língua portuguesa, Le mauvais démiurge (1969).

Data: 27/11/2021
Horário: 19h00 (BRA)

O Caderno de Talamanca, escrito em 1966 durante uma temporada de férias na Espanha, antecipa algumas das ideias de Le mauvais démiurge e, particularmente, de “Paleontologia”:

“Redenção: pelo conhecimento, pela ultrapassagem do conhecimento.”

Caderno de Talamanca, p. 20

Quando voltar, decidirei se vou escrever o ensaio sobre o hipócrita ou sobre a redenção, dois projetos em que me divido há alguns meses.

Caderno de Talamanca, p. 25

Qual é o sentido da ideia de redenção? Tentar ler o livro de Philipp Mainländer: Die Philosophie der Erlösung (A filosofia da redenção).

Caderno de Talamanca, p. 36

E nos Cahiers esta anotação de 5 de fevereiro de 1969:

“Eu sou bogomilo e budista. É o mínimo que se depreende do Mauvais démiurge.

Cahiers, p. 683.

“Foi o acaso de uma tempestade que, num dia de outono, me fez entrar no Museu por alguns instantes. Eu devo ter ficado lá uma hora, duas no máximo, talvez três. Meses me separam daquela visita acidental e, entretanto, não posso esquecer aquelas órbitas que nos olham, mais insistentes que olhos, aquela feira de crânios, aquela gargalhada em todos os níveis da zoologia.”

CIORAN, « Paléontologie », Le mauvais démiurge. Paris: Gallimard, 1995, p. 1192.
Publicidade

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s