“O conceito de contingência em Richard Rorty” – Matêus Ramos CARDOSO

Seminário de Filosofia e Sociedade, UNESC, v. 1, n. 1 (2017)

RESUMO: No filósofo Richard Rorty a defesa do conceito de contingência se amplia, uma vez que, segundo ele, a contingência é uma característica definitiva da nossa realidade. Assim, o conceito de contingência em Richard Rorty propõe uma nova visão de como a filosofia pode buscar se relacionar com “as verdades sobre o mundo”, de maneira a abandonar a discussão epistemológica tradicional acerca das condições de verdade, ou de certeza. Portanto, o máximo que podemos fazer é nos mantermos abertos para revisar e expandir nossa linguagem, redescobrindo nossa contingência.

Palavras-chave: Rorty. Contingência. Verdade.

Uma das linhas-mestras articuladas nos textos filosóficos é o par conceitual “necessidade e contingência”. De maneira geral, está presente embora parte da tradição filosófica antiga, medieval e, mesmo, moderna. Contudo, quando nos deparamos com filósofos contemporâneos, percebemos que a argumentação, em favor da contingência ganha força. A ideia de “Necessidade e Contingência” continua a ser importante, e é no filósofo Richard Rorty que a defesa da posição contingente se amplia, uma vez que, segundo ele, a contingência é uma característica definitiva da nossa realidade… [PDF]

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s