FILANTROPICA (2002), de Nae Caranfil

Cinema romeno. O filme retrata uma máfia que institui em Bucareste uma mendicância organizada. Pepe é um empresário que profissionaliza os mendigos da capital romena, atribuindo-lhes novas identidades, histórias de vida e especialidades diversas. Ao final do dia, seus empregados passam recolhendo a comissão da organização. Ovidiu, professor de literatura e poeta, ganhando pouco e necessitando de mais dinheiro para conquistar uma jovem (a irmã mais velha de um dos seus alunos), descobre a organização – Filantropica – e acaba trabalhando para Pepe.

The film depicts a mafia that institutes professional, organized beggarship. Pepe is an entrepreneur of sorts who professionally trains beggars in Bucharest, ascribing them new identities, backgrounds, and profitable expertise. At the end of the day, his employees pass by collecting the organization’s comission from the newly employed beggars. Ovidiu, a Romanian literature professor and wannabe poet, who earns little and needs more money to seduce a young lady, who happens to be the older sister of one of his students, ends up working for Pepe and profiting from it.


Título original: Filantropica
Título em inglês: Phylantropy
Diretor: Nae Caranfil
Países: Romênia, França
Duração: 1h50m
Gêneros: Comédia, drama
Elenco: Mircea Diaconu, Gheorghe Dinica, Mara Nicolescu, Viorica Voda

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s