“Da unidade à vacuidade e interdependência de todos os seres no pensamento hindu e budista” – Paulo BORGES

Religare, UFPB, v.13, n.2, dezembro de 2016, p.348-378.

Resumo: O objectivo do presente artigo é mostrar o estatuto de todas as formas de vida no pensamento hindu e budista. Enquanto no pensamento hindu predomina a visão da procedência de todos os seres e coisas de uma unidade englobante, simultaneamente transcendente e imanente, no pensamento budista o cosmos surge como uma rede complexa de seres e fenómenos interdependentes, inter-relacionados e interpenetrados, sem existência em si e por si, sendo a sua natureza o que tradicionalmente se designa como vacuidade, por transcender todos os conceitos e categorias.

Palavras-chave: hinduísmo, budismo, unidade, vacuidade, interdependência


Abstract: The purpose of this article is to show the status of all life forms in Hindu and Buddhist thought. While in Hindu thought the view of the origin of all beings and things of an encompassing, simultaneously transcendent and immanent unity prevails, in Buddhist thought the cosmos emerges as a complex network of interdependent, interrelated and interpenetrating beings and phenomena, without existence in If and by itself, its nature being traditionally referred to as emptiness, by transcending all concepts and categories.

Key-words: Hinduism, Buddhism, unity, emptiness, interdependence


[PDF]