“A decomposição de Cioran” – Gustavo Bastos

Século Diário, Espírito Santo (ES), 12 de maio de 2013 E.M. Cioran nasceu na Romênia em 1911. Filósofo e escritor, suas primeiras publicações foram feitas em romeno, mas conheceu o sucesso de fato quando se radicou na França e passou a publicar obras em francês E.M. Cioran nasceu na Romênia em 1911. Filósofo e escritor,… Continue lendo “A decomposição de Cioran” – Gustavo Bastos

“Em honra da loucura” – CIORAN

“Better I were distract:So should my thoughts be sever’d from my griefs.” Exclamação que arranca de Gloster a loucura do rei Lear… Para separar-nos de nossos desgostos, nosso último recurso é o delírio; submetidos a seus desvios, não reencontramos mais nossas aflições: paralelos a nossas dores e à margem de nossas tristezas, divagamos em uma… Continue lendo “Em honra da loucura” – CIORAN

“«Dialética da indolência»: heresia e idiotismo contra a tirania da positividade tóxica” – Rodrigo Menezes

Quis suprimir em mim as razões que os homens invocam para existir e para agir. Quis tornar-me indizivelmente normal – e eis-me aqui, no embrutecimento, no mesmo plano que os idiotas e tão vazio como eles.Breviário de decomposição, p. 62 Ser mais inutilizável que um santo...Silogismos da amargura, p. 75 Cioran e Byung-Chul Han coincidem… Continue lendo “«Dialética da indolência»: heresia e idiotismo contra a tirania da positividade tóxica” – Rodrigo Menezes

“Max Stirner: El Único, el conocimiento de sí mismo como su propia causa y la rebelión del silencio” – María Cristina López Bolívar | UTP 🇨🇴

En la aldea, en la colonia, en el barrio, en nuestras calles latinas. En la universidad, en el bar, en la cafetería. En nuestro territorio andino. En las Américas, en Europa, en Oceanía, en Asia o África. Cabeza de filósofo/a es cabeza de filósofo/a, da igual el lugar del mundo que utilice para nacer, germinar,… Continue lendo “Max Stirner: El Único, el conocimiento de sí mismo como su propia causa y la rebelión del silencio” – María Cristina López Bolívar | UTP 🇨🇴

Ensaio de herejía existencial, “Obsesión de lo Esencial”, Cioran en la Universidad y otros temas – José Luis Álvarez LOPEZTELLO

https://www.youtube.com/watch?v=IKc6nfpWYRg En lo concerniente a la relación entre herejía y escepticismo: ¿es el escéptico un hereje? Para mí, la respuesta no puede ser más que afirmativa. El descreído es, a su manera, un heterodoxo. Su herejía se deja ver en la medida en que no inclina su cerviz ante los valores corrientemente aceptados, sino que… Continue lendo Ensaio de herejía existencial, “Obsesión de lo Esencial”, Cioran en la Universidad y otros temas – José Luis Álvarez LOPEZTELLO

«Verso di me Cioran aveva forse un particolare affetto». In memoriam Mario Andrea Rigoni – Afrodita Carmen CIONCHIN

ORIZZONTI CULTURALI ITALO-ROMENI, n. 11, novembre 2021, anno XI Il 15 ottobre 2021 il mondo culturale in Italia ha perso un grande e autorevole studioso: il professor Mario Andrea Rigoni dell'Università di Padova, critico letterario esperto del pensiero di Leopardi e scrittore di aforismi, nonché amico e traduttore di Emil Cioran. Rigoni ha diretto per… Continue lendo «Verso di me Cioran aveva forse un particolare affetto». In memoriam Mario Andrea Rigoni – Afrodita Carmen CIONCHIN

“Colloquio Internazionale Liliana Herrera intorno a Cioran: un evento accademico online” – Rodrigo MENEZES

Orizzonti Culturali Italo-Romeni, n. 11, novembre 2021, anno XI Il Colloquio Internazionale Liliana Herrera intorno a Cioran, che ha avuto luogo dal 2 al 16 ottobre 2021, è un evento accademico e transdisciplinare, interamente online e a carattere sperimentale, che è decollato in meno di due mesi. Per la prima volta su YouTube, il Colloquio è… Continue lendo “Colloquio Internazionale Liliana Herrera intorno a Cioran: un evento accademico online” – Rodrigo MENEZES

“Este Eres Tú” – Arthur SCHOPENHAUER

Los lectores de mi ética saben que en ella el fundamento de la moral se basa en último término en aquella verdad que en los Vedas y el vedanta encuentra su expresión en la fórmula mística tat twam asi (este eres tú), que se pronuncia señalando a cada ser vivo, sea hombre o animal, y… Continue lendo “Este Eres Tú” – Arthur SCHOPENHAUER

“A visão de mundo pessimista de Julius Bahnsen” – Frederick C. BEISER

Um dos mais ardentes, originais e profundos pessimistas da época do Weltschmerz foi Julius Bahnsen (1830-81). Embora a descoberta e publicação de sua autobiografia em 1905 o tenha salvado do esquecimento, e embora tenha havido um leve ressurgimento do interesse em sua psicologia nos anos 30, Bahnsen foi largamente esquecido. Se ele é lembrado, é… Continue lendo “A visão de mundo pessimista de Julius Bahnsen” – Frederick C. BEISER

“O Canto das Crisálidas”, poema de Carlo MICHELSTAEDTER

Vida morte,a vida na morte;morte, vida,a morte na vida. Nós com o fiocom o fio da vida,nossa sortefugimos dessa morte. E mais forteé o sonho da vida,se a mortea viver nos valida. Mas a vidaa vida não é vida,se a mortea morte é na vida, e a mortemorte não é infinda,se mais fortepara ela vive… Continue lendo “O Canto das Crisálidas”, poema de Carlo MICHELSTAEDTER