Manuscrise şi documente personale ale lui Cioran | Biblioteca Academiei Române

Biblioteca Academiei Române mulţumeşte pe această cale firmei DOCUMENT IMAGING SYSTEMS SRL din Bucureşti, care a realizat gratuit digitizarea tuturor manuscriselor şi documentelor de arhivă Emil Cioran. Manuscrise Emil Cioran  Ms. 1. Manuscris autograf semnat “Emil Cioran”, 11 decembrie 1928, 4p. 20, 5 x 11 cm Manuscris intitulat “Tragicul cotidian”. Se regăseşte în manuscrise Emil Cioran, format… Continue lendo Manuscrise şi documente personale ale lui Cioran | Biblioteca Academiei Române

A morte dos imperadores, o império da morte e outras obsessões – CIORAN

Amo as cabeças coroadas que sofreram da obsessão da morte. O medo nascido no conforto, o horror aumentado pelo poder e as obsessões alimentadas pela opulência conferem à meditação sobre a morte uma elegância atormentada e uma tortura suntuosa. A Pobreza e a Morte parecem duas flores em um buquê murcho, de tal modo que… Continue lendo A morte dos imperadores, o império da morte e outras obsessões – CIORAN

“Sobre a morte” – CIORAN

Certos problemas, uma vez aprofundados, isolam-nos na vida, esvaziam-nos de tudo: então não temos mais nada a perder ou a ganhar. A aventura espiritual ou a projeção indefinida em direção às formas múltiplas da vida, a tentação de uma realidade inacessível não são mais do que simples manifestações de uma sensibilidade exuberante, privada da seriedade… Continue lendo “Sobre a morte” – CIORAN

“Nihilismo y naturaleza” – CIORAN

Empecé a dudar de mi «futuro» al comprender que ya no podía vivir sin la naturaleza. Porque entre árboles y flores puedes batallar contra Dios, mas difícilmente podría interesarte ya un solo hombre. No es que la naturaleza sea la fuente de la misantropía, pero ella ahonda en nosotros ese asco por los hombres que… Continue lendo “Nihilismo y naturaleza” – CIORAN

“Magic and Fatality” – CIORAN

It is hard for me to imagine the joy of people with magical sensitivity, those people who feel that everything is within their power, for whom there are no obstacles. Magical sensitivity leads only to joy; it knows nothing of the irrevocability and fatality of existence. To feel that you can do anything, that you… Continue lendo “Magic and Fatality” – CIORAN

Novos aforismos temáticos de Cioran: Buda/Budismo

Buda e o budismo: a mais nova seleção de aforismos temáticos, extraídos e dispostos cronologicamente da primeira à última ocorrência dos termos-chave no conjunto da obra de Cioran. Confira aqui a seleção integral (as ocorrências das Entretiens e dos Cahiers serão incluídas posteriormente). Se até o próprio Buda encontrou um subterfúgio para justificar a inutilidade… Continue lendo Novos aforismos temáticos de Cioran: Buda/Budismo

“Magia e fatalidade” – CIORAN

É penoso para mim imaginar a alegria daqueles que são dotados de uma sensibilidade mágica - esses indivíduos que sentem tudo em seu poder, para quem nenhuma resistência é irredutível nem qualquer obstáculo insuperável. A magia supõe uma comunhão tão estreita com a existência que toda manifestação subjetiva compara-se a uma pulsação da vida. Ela… Continue lendo “Magia e fatalidade” – CIORAN

Breviario Pasional [Îndreptar pătimaş] – CIORAN

Hermida Editores, 2022. Trad. de Christian Santacroce Hermida Editores apresenta pela primeira vez em língua espanhola, em tradução direta do romeno, os 70 fragmentos inéditos que compõem a metade que falta do livro, "espécie de "estremecimento" contínuo, de "lirismo desenfreado", que chamaram de Breviário Passional, de acordo com seu nome genuíno. Composto em Paris, entre… Continue lendo Breviario Pasional [Îndreptar pătimaş] – CIORAN

“A degradação pelo trabalho” – CIORAN

Os homens geralmente trabalham demais para que possam permanecer fiéis a eles mesmos. O trabalho: uma maldição que o homem transformou em volúpia. Labutar com todas as suas forças somente pelo amor da labuta, encontrar felicidade num esforço que não conduz a nada além de realizações sem valor, estimar que somente por meio do trabalho… Continue lendo “A degradação pelo trabalho” – CIORAN

Cioran: conhecimento e sofrimento, titanismo e expiação (4 contextos)

Nada do que sabemos está livre de expiação. Pagamos caro, cedo ou tarde, por cada paradoxo, coragem de pensamento ou indiscrição do espírito. No castigo que sucede a qualquer progresso do conhecimento há um estranho feitiço. Arrancaste o véu que encobre a inconsciência da natureza? Pagarás com uma tristeza cuja origem não podes suspeitar. Te… Continue lendo Cioran: conhecimento e sofrimento, titanismo e expiação (4 contextos)