“The true heresy: gnosticism, the world religion of worldlessness” – Peter SLOTERDIJK

A world religion has been newly discovered. Gilles Quispel (1951: 1) on the Nag Hammadi findings Shortly after the Second World War, which led to the death of forty-two million people according to conservative estimates and fifty-five million according to others, a large clay container filled with numerous papyrus codices in the Coptic language, almost… Continue lendo “The true heresy: gnosticism, the world religion of worldlessness” – Peter SLOTERDIJK

Publicidade

“O conhecimento arruĂ­na o amor”: o conflito entre Logos e Eros no pessimismo antropolĂłgico de Cioran

O conhecimento arruĂ­na o amor: Ă  medida que desvendamos nossos prĂłprios segredos, detestamos nossos semelhantes precisamente porque se assemelham a nĂłs. Quando jĂĄ nĂŁo se tem ilusĂ”es sobre si mesmo, tambĂ©m nĂŁo se tem sobre os outros; o inominĂĄvel, que se descobre por introspecção, estende se, por uma generalização legĂ­tima, ao resto dos mortais; depravados… Continue lendo “O conhecimento arruĂ­na o amor”: o conflito entre Logos e Eros no pessimismo antropolĂłgico de Cioran

A transparĂȘncia destrĂłi a confiança: um paradoxo – Byung-Chul HAN

Frente ao progresso irrefreĂĄvel das tĂ©cnicas de supervisĂŁo, o futurista David Brin assevera a fuga para frente, exigindo a supervisĂŁo de todos por todos; portanto, uma democratização da supervisĂŁo. A partir daĂ­ ele tem esperança de criar uma transparent society. Desse modo, postula um imperativo categĂłrico: “Can we stand living exposed to scrutiny, our secrets… Continue lendo A transparĂȘncia destrĂłi a confiança: um paradoxo – Byung-Chul HAN

“Nietzsche on trust and mistrust” – Mark ALFANO

In Mark Alfano, David Collins & Iris Jovanovic (eds.), Perspectives on Trust in the History of Philosophy. Lexington (forthcoming) Abstract: Nietzsche talks about trust [vertraue*] and mistrust [misstrau*] in all of his published and authorized works, from The Birth of Tragedy to Ecce Homo. He refers to trust in 90 passages and mistrust in 101 –… Continue lendo “Nietzsche on trust and mistrust” – Mark ALFANO

Os bolsominions e seu Brasil paralelo Ă  luz de “O Real e seu Duplo”, de ClĂ©ment Rosset

Nada mais frĂĄgil do que a faculdade humana de admitir a realidade, de aceitar sem reservas a imperiosa prerrogativa do real. Esta faculdade falha tĂŁo freqĂŒentemente que parece razoĂĄvel imaginar que ela nĂŁo implica o reconhecimento de um direito imprescritĂ­vel — o do real a ser percebido —, mas representa antes uma espĂ©cie de tolerĂąncia,… Continue lendo Os bolsominions e seu Brasil paralelo Ă  luz de “O Real e seu Duplo”, de ClĂ©ment Rosset

“The Soul in the Machine” – John GRAY

Those who fear conscious machines do so because they think that consciousness is the most valuable feature of humans – and because they fear anything they cannot subject to their will. They fear the evolution of conscious machines for the same reason they seek to become masters of the Earth. As machines slip from human… Continue lendo “The Soul in the Machine” – John GRAY

“Perda e recuperação do cabelo” – Julio CORTÁZAR

Para lutar contra o pragmatismo e a horrĂ­vel tendĂȘncia Ă  consecução de fins Ășteis, meu primo mais velho defende a prĂĄtica de arrancar um bom fio de cabelo da cabeça, dar-lhe um nĂł no meio e deixĂĄ-lo cair suavemente pelo buraco da pia. Se o cabelo ficar preso no ralo que costuma haver nesses buracos,… Continue lendo “Perda e recuperação do cabelo” – Julio CORTÁZAR

“Jesus e JavĂ©: os nomes divinos” – Harold BLOOM

JavĂ©, desde Filo de Alexandria atĂ© o presente, tem sido continuamente alegorizado, mas apresenta uma tenacidade sublime, e nĂŁo pode ser despojado das caracterĂ­sticas absolutamente humanas de sua personalidade e de seu carĂĄter. Supondo-se que JavĂ© tenha optado pelo exĂ­lio, ou por se ocultar do aqui e agora, ou que talvez seja culpado de deserção,… Continue lendo “Jesus e JavĂ©: os nomes divinos” – Harold BLOOM

“A gnose como psicologia negativa” – Peter SLOTERDIJK

Os sĂĄbios idealistas do mundo nĂŁo suportam a palavra nascimento. Oettinger apud Koslowski Na gnose, a metafĂ­sica se transforma em psicopatologia e pneumatologia. Ela reverencia a chegada do pneuma no mundo como uma catĂĄstrofe de alienação; toda vida na direção cegueira da ida Ă©, num sentido fundamental, "ofensivo" – ou seja, seu efeito separa do… Continue lendo “A gnose como psicologia negativa” – Peter SLOTERDIJK

“History is dis-evangelic, history is bad news” – Peter SLOTERDIJK

The effect of being ruined by an unprovable and inviolable inheritance is extraordinarily ironic. We must remember that European historicism first began as an optimistic enterprise of appropriating humanity’s entire past as our prehistory. The heroic optimism of total historical appropriation is primarily linked to the works of Hegel and Marx: Hegel attempted to reclaim… Continue lendo “History is dis-evangelic, history is bad news” – Peter SLOTERDIJK