“O esforço é necessário” – Ramana MAHARSHI

Bhagavan Sri Râmana Mahârshi (1879 - 1950), foi um mestre de Advaita Vedanta e famoso santo do sul da Índia, considerado um dos maiores sábios de todos os tempos. https://www.youtube.com/watch?v=EIYzfygYE9k A essência de seus ensinamentos é o Atma Vichara, Self-Enquiry (auto-inquirição, auto-investigação). Seu objetivo é eliminar as falsas ideias sobre o Eu e o ego,… Continue lendo “O esforço é necessário” – Ramana MAHARSHI

Publicidade

Why did Carl Jung avoid meeting the famous Indian saint Ramana Maharshi?

Carl Jung visited India for the first time in the 1930s and met a lot of prominent people, but failed to meet Ramana Maharshi. People were shocked when they learnt that Jung had not met Ramana Maharshi. A few years later, Carl Jung wrote about his experiences in India and did not explicitly mention his… Continue lendo Why did Carl Jung avoid meeting the famous Indian saint Ramana Maharshi?

“Como controlar os pensamentos?” – PAPAJI

Trechos de gravações em satsangs. Papaji, ou Sri H.W.L. Poonja (1910 - 1997) foi um mestre de Advaita Vedanta discípulo de Ramana Maharshi e mestre de Mooji. Através de sua sabedoria profunda e autêntica Papaji ensinou a auto-inquirição (Atma-Vichara) que envolvia localizar o senso de “eu”, focalizando apenas nisso através de uma investigação direta. https://www.youtube.com/watch?v=PsLu-wd4sRE… Continue lendo “Como controlar os pensamentos?” – PAPAJI

“Quem é Deus” – Ramana MAHARSHI

Bhagavan Sri Râmana Mahârshi (1879 - 1950), foi um mestre de Advaita Vedanta e um famoso santo do sul da Índia, considerado um dos maiores sábios de todos os tempos. https://www.youtube.com/watch?v=RYLw2Or2vCg Trechos do livro “True Happiness”, editado por Arthur Osborne. Seus ensinamentos, simples, profundos e lúcidos, estão registrados em um grande número de livros. A… Continue lendo “Quem é Deus” – Ramana MAHARSHI

“Mas, Cioran, atman ou anatman? Eis a questão” – Rodrigo MENEZES

“Na história há dois fenômenos que representam para mim o ponto mais elevado: a metafísica indiana e a música alemã. […] Se houvesse um processo, no qual o homem fosse acusado, poderia se defender com esses dois fenômenos. Pessoalmente, através da metafísica indiana consegui penetrar mais profundamente nos problemas filosóficos, e, com a música alemã,… Continue lendo “Mas, Cioran, atman ou anatman? Eis a questão” – Rodrigo MENEZES

“Eu Sou Aquilo” – Nisargadatta MAHARAJ

"Na história há dois fenômenos que representam para mim o ponto mais elevado: a metafísica indiana e a música alemã. [...] Se houvesse um processo, no qual o homem fosse acusado, poderia se defender com esses dois fenômenos. Pessoalmente, através da metafísica indiana consegui penetrar mais profundamente nos problemas filosóficos, e, com a música alemã,… Continue lendo “Eu Sou Aquilo” – Nisargadatta MAHARAJ

“Atman e Anatman no pensamento de Cioran: entre a imortalidade e a mortalidade” – Rodrigo MENEZES

Uma das melhores autodefinições do pensamento e da obra de Cioran encontra-se em A tentação de existir, numa caracterização feita não sobre si mesmo, mas sobre Nietzsche: segundo ele, "Nietzsche é uma soma de atitudes, e é rebaixá-lo querer buscar nele uma vontade de ordem, uma preocupação de unidade. Cativo de seus humores, ele registrou… Continue lendo “Atman e Anatman no pensamento de Cioran: entre a imortalidade e a mortalidade” – Rodrigo MENEZES