Ionescu e “as cadeiras” – Ştefan BACIU

BUCARESTE, ano de 1934. Eram ainda os tempos felizes, quando centenas e milhares de homens podiam apaixonar-se pelo livro, pelo poesia, esperando com impaciência o resultado de um concurso literário. Colunas e páginas inteiras de jornais e revistas ocupavam -se com a vida das ideias, com os planos das escritores e dos artistas. Tempos de… Continue lendo Ionescu e “as cadeiras” – Ştefan BACIU

“Ionesco escrevia contra dogmas” – Nelson ASCHER

Folha de S. Paulo, Caderno Mais!, 3 de abril de 1994 O escritor, morto no dia 28, lega absurdo ao cotidiano NELSON ASCHERESPECIAL PARA A FOLHA Uma aluna chega à casa do professor para sua primeira aula e é recebida pela criada. Ela se comporta como uma jovem normal e o professor, como um velho… Continue lendo “Ionesco escrevia contra dogmas” – Nelson ASCHER