“Uma filosofia para ruminar” – Wolfgang MÜLLER-LAUTER

Folha de S. Paulo, Caderno Mais!, 9 de outubro de 1994 À primeira vista, parecem ser supérfluas as indicações acerca de como se deve ler Nietzsche. Nenhum filósofo alemão escreveu textos tão acessíveis como ele. Walter Kaufmann, o expressivo intérprete e tradutor americano de Nietzsche (em seu livro Nietzsche, Filósofo, Psicólogo, Anticristo) considerou que: "cada… Continue lendo “Uma filosofia para ruminar” – Wolfgang MÜLLER-LAUTER

Publicidade

“Provocações de Nietzsche” – Scarlett MARTON

Folha de S. Paulo, Caderno Mais!, 9 de outubro de 1994 No dia 15 de outubro, completam-se 150 anos do nascimento de Friedrich Nietzsche. Conhecido sobretudo por filosofar a golpes de martelo, desafiar normas e destruir ídolos, este pensador deixou uma obra polêmica que continua no centro do debate filosófico. Literato ou poeta? Na tentativa… Continue lendo “Provocações de Nietzsche” – Scarlett MARTON

“Náusea em Londres” – Richard RORTY

Caderno Mais!, Folha de S. Paulo, 5 de fevereiro de 2006 A partir da análise do romance "Sábado", de Ian McEwan, o filósofo norte-americano Richard Rorty defende que o Ocidente abriu mão de seus ideais para "pensar pequeno" Quando não puderam mais acreditar na imortalidade da alma, muitos ocidentais trocaram o projeto de alcançar o… Continue lendo “Náusea em Londres” – Richard RORTY

Entrevista: “A aliança estratégica de Sloterdijk” – Ciro KRAUTHAUSEN

O fascismo midiático nos EUA não é um risco. É algo que já está aí. Do ponto de vista da teoria dos meios de comunicação, o fascismo é o monotematismo no poder. Se uma opinião pública se estrutura de tal maneira que a uniformização aumenta demais, temos um sintoma pré-fascista.Peter Sloterdijk Folha de S. Paulo,… Continue lendo Entrevista: “A aliança estratégica de Sloterdijk” – Ciro KRAUTHAUSEN

“A democracia criminosa” – Jacques Rancière

Folha de S. Paulo, Caderno Mais!, 28 de março de 2004 Há alguns meses apareceu na França um livro de título intrigante: "As Tendências Criminosas da Europa Democrática" ["Les Penchants Criminels de l'Europe Démocratique", ed. Verdier]. O autor, Jean-Claude Milner, não deixava os leitores ignorarem por muito tempo de qual crime a democracia era, segundo… Continue lendo “A democracia criminosa” – Jacques Rancière

“A insônia da razão”: Entrevista com Michael Jakob

Emil Cioran, o filósofo do desespero e do não-sentido da existência, fala sobre sua trajetoria intelectual em entrevista a sair este ano na França. Em 17 de fevereiro de 1995, o extinto caderno Mais! da Folha de São Paulo faria um dossiê sobre Cioran, pouco antes de seu falecimento. A matéria saiu a título do… Continue lendo “A insônia da razão”: Entrevista com Michael Jakob