“As revelações da morte” – CHESTOV

DOSTOIEVSKY CUMPRIU A PENA; terminou, também, o serviço militar. Está em Tver, e depois em Petersburgo. Tudo quanto espera se realiza. Sobre ele estende-se a imensa cúpula celeste. É um homem livre, como aqueles cuja sorte invejara, quando acorrentado. Resta-lhe pôr em prática as promessas que a si próprio fez. Devemos acreditar que Dostoievsky não… Continue lendo “As revelações da morte” – CHESTOV