“O corpo-escrito e o corpo-lido de (e por) Franz Kafka” (Sâmella Michelly Freitas Russo)

Revista Criação & Crítica, (28), 2020, p. 275-288. Resumo: Da leitura da papelada que Franz Kafka deixou, um peculiar corpo se revela. Premido pelo que entendeu como o seu destino literário, ele engendrou para si mesmo, por meio da escrita, uma existência poética ao transformar os seus mundos interno e externo em um corpo escrito.… Continue lendo “O corpo-escrito e o corpo-lido de (e por) Franz Kafka” (Sâmella Michelly Freitas Russo)

Publicidade