“O corpo-escrito e o corpo-lido de (e por) Franz Kafka” (Sâmella Michelly Freitas Russo)

Revista Criação & Crítica, (28), 2020, p. 275-288. Resumo: Da leitura da papelada que Franz Kafka deixou, um peculiar corpo se revela. Premido pelo que entendeu como o seu destino literário, ele engendrou para si mesmo, por meio da escrita, uma existência poética ao transformar os seus mundos interno e externo em um corpo escrito.… Continue lendo “O corpo-escrito e o corpo-lido de (e por) Franz Kafka” (Sâmella Michelly Freitas Russo)

“A saúde da alma” (Friedrich Nietzsche)

A saúde da alma - A apreciada fórmula de medicina moral (cujo autor é Ariston de Quios), "A virtude é a saúde da alma" - deveria ser modificada, para se tornar utilizável, ao menos assim: ‘Sua virtude é a saúde de sua alma’. Pois não existe uma saúde em si, e todas as tentativas de… Continue lendo “A saúde da alma” (Friedrich Nietzsche)

Cioran e Jonathan Swift (Paolo Vanini)

Os homens se tornam cavalos e os cavalos tomam o lugar dos homens: eis a reviravolta carnavalesca da realidade graças à qual Jonathan Swift confuta a definição filosófica segundo a qual "homo est animale rationale", para demonstrar que na melhor das hipóteses ele é um animal "rationis capax" [capaz de razão]. Todavia, emerge dos contos… Continue lendo Cioran e Jonathan Swift (Paolo Vanini)