“Matéi Visniec à la recherche d’Émile Cioran” (Eric Levéel)

STUDIA UNIVERSITATIS BABEŞ-BOLYAI, DRAMATICA, 2/2010, Anul LV, 2010, pp. 43-53. ABSTRACT. Matéi Vişniec’s play Paris Attic overlooking Death (2005) reconstructs Emil Cioran fictionally through his “last” journey in his adopted city: Paris. Vişniec cleverly moves away from the hagiographic trappings to imagine – and re‐imagine – Cioran’s complex life, and Romanian past. This article questions… Continue lendo “Matéi Visniec à la recherche d’Émile Cioran” (Eric Levéel)

“A liquidação tecnológica da palavra está em marcha: Matéi Visniec no Brasil” (Fábio Prikladnicki)

Zero Hora, Porto Alegre, 27/07/2017 Autor romeno naturalizado francês realizará palestras neste domingo em Porto Alegre dentro do 9º Festival de Inverno Se a tarefa de um dramaturgo é responder às grandes questões de seu tempo, o romeno naturalizado francês Matéi Visniec pode se dar por satisfeito. Sua mais recente peça publicada no Brasil, Migraaaantes, é… Continue lendo “A liquidação tecnológica da palavra está em marcha: Matéi Visniec no Brasil” (Fábio Prikladnicki)

Quando a Memória sai de Cena: Mansarda Cioran com Vista para a Morte, de Matéi VISNIEC

RESENHA: Desvãos Cioran ou Mansarda em Paris com Vista para a Morte. São Paulo: É Realizações, 2012. Um passeio por Cioran Certo dia, no início dos anos 1990, Cioran sai da editora Gallimard, de volta para casa, mas se dá conta de ter esquecido o endereço de onde mora. É o Alzheimer insinuando-se sobre ele, precipitando o… Continue lendo Quando a Memória sai de Cena: Mansarda Cioran com Vista para a Morte, de Matéi VISNIEC

“Uma homenagem subjetiva…” (Matéi Visniec)

Não conheci Cioran pessoalmente. Aliás, nem mesmo tentei, já que sua obra me parecia suficiente para que eu pudesse me comunicar e dialogar com ele tendo toda liberdade e da maneira mais cordial. Mas, por curiosidade, fui ouvir Cioran, que devia se apresentar num colóquio sobre Benjamin Fondane. Foi em 1988, creio. Escutei a intervenção… Continue lendo “Uma homenagem subjetiva…” (Matéi Visniec)

“Cioran e um professor de filosofia cego” (Matéi Visniec)

Projeção no telão: imagens da Sorbonne. As imagens se esfacelam e desaparecem, mas o anfiteatro permanece como cenário: um estrado, uma cadeira sobre estrado, um quadro negro, etc. Com seu bastão na mão, o cego do telescópio entra. Com o telescópio debaixo de um braço, o tripé debaixo do outro, ele arrasta também com ele… Continue lendo “Cioran e um professor de filosofia cego” (Matéi Visniec)

“Os Desvãos Cioran ou Mansarda em Paris com Vista para a Morte” (Matéi Visniec)

Os Desvãos: Cioran ou Mansarda em Paris com Vista para a Morte (Coleção Matéi Visniec) Autor: Matéi Visniec Tradução: Luiza Jatobá Número de Páginas: 104 Lançamento: 2012 Acesse a página do livro no site oficial da editora. O teatro é povoado de personagens que proferiram palavras filosóficas. Ninguém se espanta, portanto, de ver um filósofo chegar ao… Continue lendo “Os Desvãos Cioran ou Mansarda em Paris com Vista para a Morte” (Matéi Visniec)