“Google, Big Data e o fim do livre arbítrio” (Yuval Noah Harari)

Esqueça esse papo de ouvir a si mesmo. Na era da informação, os algoritmos têm a resposta, escreve o historiador Yuval Noah Harari Do Financial Times, 26 de agosto de 2016 Durante milhares de anos os seres humanos acreditaram que a autoridade vinha dos deuses. Depois, na era moderna, o humanismo gradualmente transferiu a autoridade das… Continue lendo “Google, Big Data e o fim do livre arbítrio” (Yuval Noah Harari)

“Bergson, leitor de Lucrécio: As Implicações Existenciais do Determinismo” (Jonas Gonçalves Coelho)

Revista Trans/Form/Ação, São Paulo, 26(1): 129-140, 2003 RESUMO: Tomamos como objeto de análise a obra precoce de Bergson, os Extraits de Lucrèce, procurando mostrar que ao privilegiar as implicações existenciais negativas do determinismo, prefigura e justifica o fato de dedicar grande parte de seu pensamento filosófico posterior à crítica ao determinismo e à defesa da… Continue lendo “Bergson, leitor de Lucrécio: As Implicações Existenciais do Determinismo” (Jonas Gonçalves Coelho)

“Dupla face da liberdade” – E.M. Cioran

"A história é um desenrolar fatal, que o homem imagina poder dominar. É falso. Neste sentido, eu seria bastante fatalista, como todo o leste europeu. Lá, todo mundo é fatalista, inclusive os que dizem que não são, e compreende-se. Mas, à parte disso, pensando bem, dominamos as coisas na superfície, mas não nas profundidades. O… Continue lendo “Dupla face da liberdade” – E.M. Cioran