“O Filósofo confrontado com a (i)mortalidade da alma – uma análise do Fédon à luz da hermenêutica de Gadamer” – Rodrigo MENEZES

Enquanto preparavam a cicuta, aprendia Sócrates uma canção na flauta. “Para que te servirás? lhe perguntaram.” “Para sabê-la antes de morrer.” Ouso recordar esta resposta que os manuais banalizaram, pois que ela me parece a única justificação séria da vontade de conhecer, que se dá até mesmo às portas da morte ou em outro momento… Continue lendo “O Filósofo confrontado com a (i)mortalidade da alma – uma análise do Fédon à luz da hermenêutica de Gadamer” – Rodrigo MENEZES

Publicidade

“A estrutura do conhecimento religioso” – CIORAN

Publicado em Revista Teologică [Structura cunoașterei religioase], fevereiro-março de 1932. In: CIORAN, Emil, Solitude et destin. Paris: Arcades/Gallimard, 2004, pags. 66-73. Trad. de Rodrigo Menezes. Há algumas décadas, postular o problema do conhecimento religioso teria parecido não apenas inapropriado, mas inclusive injustificado, pois se admitia como válido apenas um tipo de conhecimento, cujos elementos precisamente… Continue lendo “A estrutura do conhecimento religioso” – CIORAN