“O acido Cioran” (José Lins do Rego)

Vou lendo E M. Cioran e já vou me identificando com e seu pensamento subversivo quando ele nos diz que a ilusão moderna afogou o homem nas sincopes do «devenir». E assim foi ele perdendo a sua substancia. Toda conquista — espiritual ou politica — implica em perda: toda conquista é uma afirmação. No domínio… Continue lendo “O acido Cioran” (José Lins do Rego)