“Bolsonaro é o chavismo tropical e, pior, teocrático” – Marco Antonio VILLA

Antipetista histórico, Marco Antonio Villa declara apoio a Lula e Haddad https://www.youtube.com/watch?v=8aQgt4kQ77Q Historiador e comentarista que por anos a fio atacou o PT, disse que um novo mandato de Jair Bolsonaro (PL) será “o fim do Brasil” Nesta quarta-feira (05), o historiador, professor e comentarista, Marco Antonio Villa, um dos maiores críticos dos governos petistas,… Continue lendo “Bolsonaro é o chavismo tropical e, pior, teocrático” – Marco Antonio VILLA

Publicidade

“Aumentar vagas no STF é saudosismo da ditadura, diz ex-ministro Marco Aurélio Mello” | Portal E.M. Cioran News

https://www.youtube.com/watch?v=HIWEFrRC8Sc Em entrevista à BBC, o ex-ministro do STF Marco Aurélio Mello fala sobre as articulações do governo Bolsonaro para aumentar a composição do Supremo em caso de eventual segundo mandato. CONTEÚDO RELACIONADO:

“Plano de venezuelização do Brasil foi anunciado, cada um faça sua escolha” | Portal E.M. Cioran News

Chico Alves - UOL, 9 de outubro de 2022 Um dos argumentos que Jair Bolsonaro usava para pedir votos na campanha presidencial de 2018 era que sua eleição impediria a transformação do Brasil em uma Venezuela. Ele se referia ao modelo autocrático do país vizinho, que cooptou militares de alta patente e governa em meio a uma… Continue lendo “Plano de venezuelização do Brasil foi anunciado, cada um faça sua escolha” | Portal E.M. Cioran News

“Temos ódio e nojo à ditadura”: o discurso completo de Ulysses Guimarães na Assembleia Nacional Constituinte (1988)

Discurso de Ulysses Guimarães (1916-1992), presidente da Assembleia Nacional Constituinte, na sessão promulgatória da nova Constituição, em 5 de outubro de 1988 https://www.youtube.com/watch?v=7A6CvIt1VuQ Íntegra do discurso presidente da Assembleia Nacional ConstituinteDr. Ulysses Guimarães "Senhoras e senhores constituintes. Dois de fevereiro de 1987. Ecoam nesta sala as reivindicações das ruas. A Nação quer mudar. A Nação… Continue lendo “Temos ódio e nojo à ditadura”: o discurso completo de Ulysses Guimarães na Assembleia Nacional Constituinte (1988)

“Menina tomou choque na vagina, ânus e boca”: relato de ex-militar sobre tortura e execuções na ditadura | UOL (19/04/2022)

O soldado reformado Valdemar Martins de Oliveira, 70 anos, serviu na Brigada Paraquedista, na Vila Militar, do Rio de Janeiro, e trabalhou, ao longo do ano de 1968, como um espião da ditadura militar e trabalhou com alguns dos agentes mais violentos das Forças Armadas no período. Em entrevista à coluna, ele relatou como presenciou… Continue lendo “Menina tomou choque na vagina, ânus e boca”: relato de ex-militar sobre tortura e execuções na ditadura | UOL (19/04/2022)

“Temos ódio à ditadura, ódio e nojo” – Ulysses GUIMARÃES

"Hoje, 5 de outubro de 1988, no que tange à Constituição, a nação mudou", dizia sob aplausos Ulysses Guimarães, presidente da Assembleia Nacional Constituinte, em uma sessão solene e histórica do Congresso quando se promulgou a Carta que rege o Brasil atualmente. https://www.youtube.com/watch?v=NY2HbpKhnTU O discurso de Ulysses é considerado um dos mais marcantes da história da república… Continue lendo “Temos ódio à ditadura, ódio e nojo” – Ulysses GUIMARÃES

“Carl Schmitt e a política da violência: amigo e inimigo” – Byung-Chul HAN

Segundo Carl Schmitt, a essência da política é a distinção entre amigo e inimigo. O pensar político e o instinto político nada mais significam do que a “capacidade de distinguir entre amigo e inimigo”. “Amigo/inimigo” não é um código binário usual que diferencia o sistema político de outros sistemas, pois o político não é um… Continue lendo “Carl Schmitt e a política da violência: amigo e inimigo” – Byung-Chul HAN

“É preciso erradicar a tendência em acreditar que há línguas melhores que outras” – Barbara CASSIN

Revista IHU On-line, 29 de junho de 2017 O conceito de globish surge em meu livro Los intraducibles [Os intraduzíveis]. Escrevi isto porque comecei a perceber na Europa o surgimento de dois inimigos: por um lado precisamente o globish, ou seja, a homogeneização através de uma não língua, melhor dito, de uma língua de ninguém, que se pode perceber como… Continue lendo “É preciso erradicar a tendência em acreditar que há línguas melhores que outras” – Barbara CASSIN