“A mentira imanente” (E.M. Cioran)

VIVER significa: crer e esperar, mentir e mentir-se. Por isso a imagem mais verídica que já se criou do homem continua sendo a do Cavaleiro da Triste Figura, esse cavaleiro que se encontra mesmo no sábio mais realizado. O episódio penoso em torno da Cruz ou esse outro mais majestoso coroado pelo Nirvana participam da… Continue lendo “A mentira imanente” (E.M. Cioran)

“Cioran, ingênuo e sentimental”, de Ion Vartic – Rodrigo MENEZES

RESENHA: VARTIC, Ion. Cioran, ingenuo y sentimental. Trad. do romeno de Francisco Javier Marina (título original: "Cioran, naiv şi sentimental"). Zaragoza: Mira Editores, 2009. O ensaio de crítica literária e psicológica de Ion Vartic sobre Cioran parte das noções schillerianas de "ingênuo" e "sentimental" para definir o "tipo psicológico" do escritor romeno radicado em Paris.… Continue lendo “Cioran, ingênuo e sentimental”, de Ion Vartic – Rodrigo MENEZES