“Emoção e criação” – Henri BERGSON

É POR EXCESSO de intelectualismo que se suspende o sentimento por um objeto e que se conserva toda emoção para a repercussão, na sensibilidade, de uma representação intelectual. Voltando ao exemplo da música, é sabido que ela suscita em nós determinadas emoções: alegria, tristeza, piedade, simpatia, e que essas emoções podem ser intensas, e que… Continue lendo “Emoção e criação” – Henri BERGSON

Publicidade