“Estatuto paradoxal da pele e cultura contemporânea: da porosidade à pele-teflon” – Maria Cristina Franco FERRAZ

Galaxia (São Paulo, Online), n. 27, p. 61-71, jun. 2014 Resumo: A exploração do estatuto paradoxal da pele – interface dentro/fora – permite ultrapassar a dicotomia metafísica superfície/profundidade, problematizando a tendência atual, também expressa na teoria, a um elogio das superfícies e a um horror por oposições dicotômicas. Possibilita avaliar as implicações do fechamento da… Continue lendo “Estatuto paradoxal da pele e cultura contemporânea: da porosidade à pele-teflon” – Maria Cristina Franco FERRAZ