“O religioso, questão de intensidade” (Emil Cioran)

O RELIGIOSO não é uma questão de conteúdo, mas de intensidade. Deus determina-se como momento de nossos frenesis, e o mundo que habitamos torna-se raramente objeto da sensibilidade religiosa, pelo fato de que pensar só é possível nos instantes neutros. Sem "febre", não ultrapassamos o campo da percepção -- o que equivale a dizer que… Continue lendo “O religioso, questão de intensidade” (Emil Cioran)

“As vantagens da debilidade e o pensador de ocasião, em Emil Cioran” (Rossano Silva Queiroga)

Revista Extemporânea, Ano I, No. I, Mar/2013 - ISSN 2318-0293, Campina Grande-PB Resumo: O presente artigo tem por objetivo investigar, a partir de Breviário de decomposição (1949), a proposta, lançada por Cioran, que destaca “o pensador de ocasião” como fundamento que revela o interior de sua filosofia, que por sua vez, baseia-se nos paroxismos orgânicos como forma vital para o… Continue lendo “As vantagens da debilidade e o pensador de ocasião, em Emil Cioran” (Rossano Silva Queiroga)