Biografia de Cioran comentada e ilustrada: os anos romenos (1911-1937) | Live temática no YT

Começa-se normalmente pelo "segundo nascimento de Cioran", conforme se refere Patrice Bollon ao marco divisor da obra, o Breviário de decomposição, o premiado livro de estreia do autor romeno em língua francesa, desconhecendo em maior ou menor medida a biografia pregressa do pensador transilvano, muitas vezes ignorando que, antes de adotar o francês como língua… Continue lendo Biografia de Cioran comentada e ilustrada: os anos romenos (1911-1937) | Live temática no YT

Cioran: “Política da Heresia Permanente” – Patrice BOLLON

"O jovem Cioran não é menos herético no plano político. Se a vontade de grandeza à qual ele incita parece encontrar sua ilustração 'natural' no hitlerismo dos anos 1933-35, ela pode muito bem comportar, para ele, um bolchevismo 'bem compreendido'. Todo Schimbarea [Transfiguração da Romênia] ressoa declarações de admiração a Lenin e à revolução russa,… Continue lendo Cioran: “Política da Heresia Permanente” – Patrice BOLLON

“Cioran, el filósofo del insomnio” (Charles Simic)

Revista Global, República Dominicana, n. 89 Giselle Rodríguez Cid traduce el ensayo «E. M. Cioran: el filósofo del insomnio» de Charles Simic, en el que expone los años de formación del filósofo rumano y sus desacertadas simpatías por movimientos totalitarios que, por el bien de la filosofía, logró superar. ¿Quién lee a Cioran hoy en… Continue lendo “Cioran, el filósofo del insomnio” (Charles Simic)

“Cioran, leitor de Nietzsche” – Rodrigo Inácio R. SÁ MENEZES

CARANNANTE, Irma; ROTIROTI, Giovanni; VĂLCAN, Ciprian (orgs), Emil Cioran - Zile de Studiu la Napoli / Giornate di studio a Napoli. Timişoara : Editura Universităţii de Vest, 2021. [PDF] Trata-se de tematizar a maneira como Nietzsche é recebido e apropriado pelo pensador romeno de expressão francesa, submetendo-se ao seu próprio “filtro seletivo”. As mais apaixonadas… Continue lendo “Cioran, leitor de Nietzsche” – Rodrigo Inácio R. SÁ MENEZES

Breviário de decomposição e outras poéticas: Conversações Filosóficas com Caio Souto

  https://www.youtube.com/watch?v=9IawFlmgTf8&t=2s Nesta conversa, Rodrigo Inácio Ribeiro Sá Menezes fez uma didática exposição de diversos aspectos da obra de E.M. Cioran, filósofo romeno de expressão francesa (bilíngue) do século XX. O entrevistado é o criador do Portal E.M. Cioran Brasil (link abaixo). Rodrigo Inácio Ribeiro Sá Menezes é Bacharel em Publicidade e Propaganda pela FAAP… Continue lendo Breviário de decomposição e outras poéticas: Conversações Filosóficas com Caio Souto

Livros de Cioran: Lágrimas e Santos

Neste primeiro videolog, que inaugura o canal no YouTube do Portal E.M.Cioran Brasil, falaremos de um livro não muito conhecido (e inédito em português), apesar de muito importante no conjunto da obra de Cioran: Lacrimi și Șfinți ("Lágrimas e Santos"), publicado originalmente em 1937, na Romênia, no mesmo ano em que o autor tomaria o… Continue lendo Livros de Cioran: Lágrimas e Santos

“Cioran: The Temptation to Believe” (Ilinca Zarifopol-Johnston)

The "death of the author" is a notion I have never become used to. Time and again, when I open the pages of an engaging book, the "dead" author comes back to haunt me: as if reading were a spell that brings him back, his hovering spirit is always before my mind's eye. And while… Continue lendo “Cioran: The Temptation to Believe” (Ilinca Zarifopol-Johnston)

“Cioran, ingênuo e sentimental”, de Ion Vartic – Rodrigo Inácio R. SÁ MENEZES

RESENHA: VARTIC, Ion. Cioran, ingenuo y sentimental. Trad. do romeno de Francisco Javier Marina (título original: "Cioran, naiv şi sentimental"). Zaragoza: Mira Editores, 2009. O ensaio de crítica literária e psicológica de Ion Vartic sobre Cioran parte das noções schillerianas de "ingênuo" e "sentimental" para definir o "tipo psicológico" do escritor romeno radicado em Paris.… Continue lendo “Cioran, ingênuo e sentimental”, de Ion Vartic – Rodrigo Inácio R. SÁ MENEZES

Ceticismo, fragmento e lucidez: “Emil Cioran. A Filosofia como Desfascinação e a Escritura como Terapia”, de Vincenzo Fiore [pt. 1] (Rodrigo Inácio R. Sá Menezes)

FIORE, Vincenzo. Emil Cioran. La filosofia come de-fascinazione e la scrittura come terapia. Piazza Armerina/Enna: Nulla Die, 2018, 187 pp. A Itália é um dos países mais produtivos, atualmente, no que se refere à fortuna crítica cioraniana. Todo ano são publicados novos estudos, produções acadêmicas e editoriais, além de correspondências epistolares inéditas do próprio Cioran.[1]… Continue lendo Ceticismo, fragmento e lucidez: “Emil Cioran. A Filosofia como Desfascinação e a Escritura como Terapia”, de Vincenzo Fiore [pt. 1] (Rodrigo Inácio R. Sá Menezes)

“E.M. Cioran: The Delusions of our Sadness” (S.C. Hickman)

DARK CHEMISTRY - Philosophy, Art, and Ecology at the crossroads of Speculative Realism, November 11th, 2010 "However much I have frequented the mystics, deep down I have always sided with the Devil; unable to equal him in power, I have tried to be worthy of him, at least, in insolence, acrimony, arbitrariness, and caprice."       … Continue lendo “E.M. Cioran: The Delusions of our Sadness” (S.C. Hickman)