“Culpado sem crime: ensaio sobre a má consciência em Crime e Castigo” – Rodrigo MENEZES

Trabalho realizado para a disciplina de Introdução ao Pensamento Teológico, ministrada pela professora Marilia Alves Pedrosa Esaú, graduação em Filosofia da PUC-SP (2003). Ser um Raskolnikov sem a desculpa do crime. CIORAN, Silogismos da amargura “Porque fugiste de Dúchkin?” – “Porque naquela ocasião fiquei com muito medo”. “Medo de quê?” – “De ser condenado.” “Como… Continue lendo “Culpado sem crime: ensaio sobre a má consciência em Crime e Castigo” – Rodrigo MENEZES

Publicidade

“Revolta, niilismo e religiosidade: a ontologia da liberdade em Dostoiévski” (Eduardo Armaroli Noguchi)

XI Congresso Internacional da ABRALIC. Tessituras, Interações, Convergências.  USP – São Paulo, Brasil. 13 a 17 de julho de 2008. RESUMO: O texto pretende abordar a obra de Fiódor Dostoiévski na tentativa de fazer uma leitura filosófica de seus romances. Para isso, o tema central que será destacado é a noção de liberdade: um exame daquilo… Continue lendo “Revolta, niilismo e religiosidade: a ontologia da liberdade em Dostoiévski” (Eduardo Armaroli Noguchi)

“Thinkers and Liars”: review on Marta Petreu’s “An Infamous Past…” (Joseph Frank)

New Republic 14/11/06, Nov 16, 2006 In the aftermath of World War II, there was a great influx of refugees into the United States. Most came from countries where populations had been uprooted by the course of battle, or were escaping from a past that they were lucky to have survived. Some, however, were trying… Continue lendo “Thinkers and Liars”: review on Marta Petreu’s “An Infamous Past…” (Joseph Frank)

Dostoiévski: “A consagração do profeta” (Manuel da Costa Pinto)

Com Dostoiévski: O Manto do Profeta (1871-1881), Edusp conclui a publicação da monumental biografia do romancista russo escrita pelo crítico norte-americano Joseph Frank Resenha publicada no Website da Edusp Numa biografia de E. M. Cioran, o ensaísta Patrice Bollon, após assinalar que Dostoiévski era a fonte primordial do filósofo romeno, nota que na França o autor… Continue lendo Dostoiévski: “A consagração do profeta” (Manuel da Costa Pinto)