“Cioran y el Romanticismo” – Rodrigo MENEZES

Texto presentado en las Jornadas Filosóficas Cioran ( noviembre 2020), en homenaje a los 25 años del filósofo rumano (1911-1995). 1. Introducción  Me gustaría hacer un breve ejercicio hermenéutico en torno a Cioran: pensar la herencia romántica del pensador rumano, el fondo romántico de su pensamiento y de su obra, su romanticismo, en suma, lo… Continue lendo “Cioran y el Romanticismo” – Rodrigo MENEZES

Publicidade

“Cioran e o Romantismo: espírito, pensamento, expressão” – Rodrigo MENEZES

RESUMO: Trata-se de um exercício hermenêutico em torno da obra e do pensamento de Emil Cioran (1911-1995), no sentido de focalizar o romantismo latente ou manifesto deste pensador romeno consagrado por seus livros franceses: sua herança romântica, o fundus animæ romântico do seu pensamento existencial. Cioran, pensador – e artista – romântico: o que isso… Continue lendo “Cioran e o Romantismo: espírito, pensamento, expressão” – Rodrigo MENEZES

“A Theory of the Aphorism: From Confucious to Twitter” – Andrew HUI

A short history of the short saying Aphorisms are transhistorical and transcultural, a resistant strain of thinking that has evolved and adapted to its environment for millennia. Across deep time, they are vessels that travel everywhere, laden with freight yet buoyant. Terse sayings form a rich constellation in the Sanskrit, already found in the Rig-veda… Continue lendo “A Theory of the Aphorism: From Confucious to Twitter” – Andrew HUI

“Tudo mais é literatura” – Barbara CASSIN

Atualmente, só se pode ser incompleto e alusivo; no melhor dos casos, programático. Com o triunfo da retórica sofística, entramos, de fato, em literatura. Como escrever fora dos dois grandes gêneros patenteados - quando não se é nem poeta nem filósofo? Uma inventividade exuberante e lábil se desdobra em mais de dois séculos, nessa Antigüidade… Continue lendo “Tudo mais é literatura” – Barbara CASSIN