“A teologia de Pôncio Pilatos” – Luiz Felipe Pondé

Folha de S. Paulo, Caderno Mais!, 28 de março de 2004 Anti-semitismo no cristianismo é real e perigoso, mas é mais complexo que a idéia de que experimentar esteticamente a Paixão seja um discurso que força o ódio ao judeu Luiz Felipe Pondéespecial para a Folha Em meio à "floresta densa" do maior ou menor capital… Continue lendo “A teologia de Pôncio Pilatos” – Luiz Felipe Pondé

“Elementos para uma Teoria da Consciência Apofática” – Luiz Felipe PONDÉ

REVER - Revista de Estudos da Religião, Nº 4 / 2003 / pp. 74-92 Resumo: Partindo de uma discussão epistemológica geral, que se move por um cenário pragmático e evolucionista, a intenção do artigo é discutir a conceito de consciência apofática na tradição teológica negativa cristã, defendendo a idéia de que o discurso místico em… Continue lendo “Elementos para uma Teoria da Consciência Apofática” – Luiz Felipe PONDÉ

“Religião como crítica: a hipótese de Deus” (Luiz Felipe Pondé)

Revista CULT, n° 64, 2002 (edição especial "Cristianismo e Modernidade") A cotidianeidade social cria uma ética do medo, ao converter a angústia, provocada pelo abismo transcendente, em uma ansiedade banal e (…). Mas ela cria também um fenômeno novo, no qual o medo está ausente e que lhe é mesmo claramente inferior: a  banalidade. Seu… Continue lendo “Religião como crítica: a hipótese de Deus” (Luiz Felipe Pondé)

Dissertação de mestrado sobre Cioran: “O conceito de disciplina de horror no Breviário”, de Anthonio Delbon

Segunda-feira passada, fui pego de surpresa com uma mensagem do professor Flamarion Caldeira Ramos, avisando-me sobre uma defesa de mestrado sobre Cioran: "O conceito de disciplina de horror no Breviário de Decomposição". Pelo nome do mestrando, dei-me conta de que o conhecia, embora (até então) não pessoalmente. Então, tratei de cancelar meus afazeres para, em… Continue lendo Dissertação de mestrado sobre Cioran: “O conceito de disciplina de horror no Breviário”, de Anthonio Delbon

“Revolta, niilismo e religiosidade: a ontologia da liberdade em Dostoiévski” (Eduardo Armaroli Noguchi)

XI Congresso Internacional da ABRALIC. Tessituras, Interações, Convergências.  USP – São Paulo, Brasil. 13 a 17 de julho de 2008. RESUMO: O texto pretende abordar a obra de Fiódor Dostoiévski na tentativa de fazer uma leitura filosófica de seus romances. Para isso, o tema central que será destacado é a noção de liberdade: um exame daquilo… Continue lendo “Revolta, niilismo e religiosidade: a ontologia da liberdade em Dostoiévski” (Eduardo Armaroli Noguchi)