“Contra Emil Cioran” – Julio CABRERA

Num livro de título irresistível (Acerca do inconveniente de ter nascido), o escritor romeno Emil M. Cioran escreve, entre outras pérolas: "O único, o verdadeiro azar: nascer." "Não ter nascido, de só pensá-lo, que felicidade, que liberdade, quanto espaço!" "Matar-se não vale a pena: a gente sempre o faz demasiado tarde." "Ao nascer perdemos o… Continue lendo “Contra Emil Cioran” – Julio CABRERA

“Rumo a lugar algum: niilismo, pessimismo e antinatalismo em Cioran”. Entrevista com Fernando OLSZEWSKI

Não penso que a abulia política de Cioran seja uma apologia velada ao capitalismo ou ao privilégio de sociedades tradicionais e conservadoras, mas sim derivada (na maior parte) de sua visão negativa da realidade: ele considera a existência um absurdo e uma chaga terrível. Para lidarmos com essa chaga, o melhor que fazemos é nos… Continue lendo “Rumo a lugar algum: niilismo, pessimismo e antinatalismo em Cioran”. Entrevista com Fernando OLSZEWSKI

“O Nascimento como Problema Bioético” – Julio CABRERA

Programa de Pós-graduação em Bioética da Universidade de Brasília (UnB), maio de 2018 Conferência: "O Nascimento como Problema Bioético: Primeiros passos para uma Bioética Radical" [Birth as a Bioethical Problem: First Steps Towards a Radical Bioethics] https://www.youtube.com/watch?v=V6DiB3OtFu4&has_verified=1 Julio Cabrera Ã© um filósofo argentino que atualmente vive no Brasil, professor aposentado do Departamento de Filosofia da Universidade de Brasília e ex-chefe deste departamento.… Continue lendo “O Nascimento como Problema Bioético” – Julio CABRERA