“A alma fechada e a alma aberta” – Henri BERGSON

Estivemos à procura da obrigação pura. Para encontrá-la, tivemos de reduzir a moral à sua expressão mais simples. A vantagem foi perceber em que consiste a obrigação. O inconveniente foi encolher enormemente a moral. Não, sem dúvida, que não seja obrigatório aquilo que dela deixamos de lado: será possível imaginar um dever que não obrigue?… Continue lendo “A alma fechada e a alma aberta” – Henri BERGSON

Publicidade