“A Journey into the Intellectual World of the Romanian Jew Mihail Sebastian: Works, Testimony, Identity” – Yehoshafat Christian POP

Thesis submitted in partial fulfillment of the requirements for the degree of Master of Arts, Department of Jewish History, Ben-Gurion University of the Negev Faculty of Humanities and Social Sciences, under the supervision of prof. Tuvia Friling, november 2013 [PDF] Abstract: Both historiography and history of the Romanian Shoah are a matter which could be… Continue lendo “A Journey into the Intellectual World of the Romanian Jew Mihail Sebastian: Works, Testimony, Identity” – Yehoshafat Christian POP

“«O Livro das Ilusões», de Cioran, lido por Mihail Sebastian: o estranho caso do «convalescente que aspira à doença»” – Rodrigo MENEZES

De suas primeiras obras, ainda mal conhecidas entre nós, sublinho O livro das ilusões (Cartea amăgirilor), a que daria o subtítulo de um de seus capítulos: Mozart e a melancolia dos anjos. Considero aquelas páginas uma fantasia para cordas, como se fosse o primo consanguíneo de A origem da tragédia, nas grandes linhas melódicas que unem e separam as… Continue lendo “«O Livro das Ilusões», de Cioran, lido por Mihail Sebastian: o estranho caso do «convalescente que aspira à doença»” – Rodrigo MENEZES

“Mihail Sebastian’s Journal: The Fascist Years (1935-1944)” – Radu IOANID

On 29 May 1945, as he rushed to cross a street in downtown Bucharest, thirty-eight-year-old Mihail Sebastian, a press officer at the Romanian Ministry of Foreign Affairs, was hit and killed by a truck. As it happened, Sebastian was late to an appointment at Dalles Hall where he was to teach a class about Honoré… Continue lendo “Mihail Sebastian’s Journal: The Fascist Years (1935-1944)” – Radu IOANID

“Between Evola and Dugin: Traditionalism in a Romanian Iron Guard Manifesto” – Jason ROBERTS

Nae Ionescu (1890-1940), a Philosophy professor at the University of Bucharest in the inter-war period, and the mastermind of the Iron Guard who co-opted Cioran's young generation of intellectuals (tânăra generaţie of 1927) into the Legionary movement (Ionescu only adhered to the Iron Guard due to a grudge with the king); Julius Evola (1898-1974), an… Continue lendo “Between Evola and Dugin: Traditionalism in a Romanian Iron Guard Manifesto” – Jason ROBERTS

“Fondane e Cioran: dois escritores perante a «revolução»” – Giovanni ROTIROTI

Nos acessos de desespero, o único recurso salutar é o apelo a um desespero ainda maior. Quando nenhuma consolação razoável é eficaz, é preciso agarrar-se a uma vertigem que rivaliza com a sua, que chega até a superá-la. A superioridade que a negação tem sobre qualquer forma de fé explode nos momentos em que o… Continue lendo “Fondane e Cioran: dois escritores perante a «revolução»” – Giovanni ROTIROTI

“Prix Rivarol 1950” – Ștefan BACIU

Diário Carioca, Rio de Janeiro, 3 de dezembro de 1950 Foi em Setembro de 1936 que entrou na nossa sala de aula um jovem professor de filosofia. Estavamos no último ano de estudos no célebre e antigo liceu em uma das mais lindas cidades de província, na Rumânia. Parece, porém, que um século da ruiva… Continue lendo “Prix Rivarol 1950” – Ștefan BACIU

“L’intuizionismo nella filosofia romena: l’esperienzialismo mistico di Nae Ionescu” – Igor TAVILLA

Orizzonti Culturali Italo-Romeni, n. 10, ottobre 2021, anno XI Il trăirism Nae Ionescu viene considerato l’iniziatore e il principale esponente del trăirism, una corrente di pensiero, affermatasi in Romania tra le due guerre mondiali, nella quale confluiscono alcuni esiti della filosofia occidentale contemporanea, tra cui la fenomenologia di Husserl, il vitalismo nietzscheano, la Lebensphilosophie diltheyana (a partire dal concetto… Continue lendo “L’intuizionismo nella filosofia romena: l’esperienzialismo mistico di Nae Ionescu” – Igor TAVILLA

“Só através do coração sabemos que algo muda”: entrevista com Simona Constantinovici sobre o Dicţionar de Termeni Cioranieni (3/3)

"Todo escritor deve ser conhecido assim, em sua inteireza, e não apenas em fragmentos. Ou melhor, um fragmento deve ser comparado sempre com as demais partes integrantes da obra para que, finalmente, se possa extrair uma rede de significados, uma substância ativa, um genoma, um DNA de identificação. Mas, como apenas em fragmentos podemos explorar… Continue lendo “Só através do coração sabemos que algo muda”: entrevista com Simona Constantinovici sobre o Dicţionar de Termeni Cioranieni (3/3)

“A Romênia entre a História e a Europa” – Tony JUDT

A edição de fevereiro de 2000 da revista masculina Plai cu Boi de Bucareste apresenta uma certa princesa Brianna Caradja. Variando de adereços de couro a quase nada, ela aparece nas páginas centrais numa série de poses meio desfocadas, flagelando servos (masculinos) subservientes e semidespidos. Os rapazes submissos, envoltos em fumaça, cortam lenha, puxam trenós… Continue lendo “A Romênia entre a História e a Europa” – Tony JUDT

In dialogo con Mirko Integlia su «Tormented by God: The Mystical Nihilism of Emil Cioran»

ORIZZONTI CULTURALI ITALO-ROMENI, n. 12, dicembre 2019, anno IX È stato pubblicato da poco un nuovo libro su Cioran, uno importantissimo, a giudicare dal tema e dall’approccio: Tormented by God: The Mystical Nihilism of Emil Cioran (Libreria Editrice Vaticana, 2019), scritto dal filosofo e teologo Mirko Integlia. Un’approfondita analisi storico-ermeneutica di questo che l’esegeta concepisce come… Continue lendo In dialogo con Mirko Integlia su «Tormented by God: The Mystical Nihilism of Emil Cioran»