Ataques em Brasília: Lilia Schwarcz compara ação de golpistas ao Estado Islâmico | UOL News

O UOL Entrevista desta terça (17) recebe a historiadora e antropóloga Lilia Schwarcz. A entrevista é conduzida por Fabíola Cidral e os colunistas do UOL Josias de Souza e Carla Araújo. https://www.youtube.com/watch?v=DaQfZ8BtzJk https://twitter.com/caleromarcelo/status/1614799916123013121 O STF (Supremo Tribunal Federal) lançou em 17 de janeiro de 2023 a campanha publicitária “Democracia Inabalada”, em resposta aos atos extremistas… Continue lendo Ataques em Brasília: Lilia Schwarcz compara ação de golpistas ao Estado Islâmico | UOL News

Publicidade

“Da ‘festa do castigo’ à ‘alegria necessária’: Nietzsche e a invenção do abolicionismo penal” – Lucas VILLA

REDES - Revista Eletrônica Direito e Sociedade, Canoas, v. 9, n. 3, 2021 Resumo: O artigo tem por objetivo a redescrição dos saberes penais a partir das lentes niilistas da filosofia de Nietzsche, desenvolvendo relações entre seu pensamento e o abolicionismo penal. Desde o advento do paradigma positivista, no século XIX, os saberes penais interromperam… Continue lendo “Da ‘festa do castigo’ à ‘alegria necessária’: Nietzsche e a invenção do abolicionismo penal” – Lucas VILLA

“Bolsonarismo é terrorismo; ‘bolsonarista radical’ é pleonasmo” – José Roberto de TOLEDO

UOL, 9/1/2023 Bolsonarismo é destruição. Destruição das instituições democráticas e dos prédios públicos que as abrigam e as representam. Depois do Oito de janeiro, negar esse fato é se acumpliciar aos sabotadores da democracia. Bolsonarismo não é um movimento político, é uma organização terrorista. Organização criada e financiada para destruir o estado democrático. Organização sem… Continue lendo “Bolsonarismo é terrorismo; ‘bolsonarista radical’ é pleonasmo” – José Roberto de TOLEDO

“Nietzsche, o eterno retorno e a ética do cuidado de si” – Lucas VILLA

Cadernos Do Pet Filosofia, UFPI, 3 (5):41-49 (2012) Resumo: Este artigo busca analisar as interpretações mais correntes do conceito nietzschiano do eterno retorno, bem como apresentar uma nova leitura do mesmo enquanto consumação da perspectiva niilista e proposta de um modelo ético baseado no princípio grego do cuidado de si (epiméleia heautoû). Palavras-Chave: Nietzsche, Niilismo, Eterno Retorno,… Continue lendo “Nietzsche, o eterno retorno e a ética do cuidado de si” – Lucas VILLA

“Traços gnósticos na Modernidade filosófica e literária: Cioran, Camus, Bloom” – Rodrigo MENEZES

Dossiê temático do minicurso on-line Filosofia, Literatura e Gnose, ministrado por Juliano Garcia Pessanha e Rodrigo Inácio R. Sá Menezes. São Paulo, Brasil, novembro/dezembro de 2022. “I think there may be something wrong with this world.Either that or there’s something wrong with me”.[1] DOLORES (personagem androide da série Westworld) “Life’s but a walking shadow, a… Continue lendo “Traços gnósticos na Modernidade filosófica e literária: Cioran, Camus, Bloom” – Rodrigo MENEZES

Niilismo, Existencialismo e Gnose na Era da Interpretação | Minicurso on-line

Eis por que os Mistérios antigos, pretensas revelações dos segredos últimos, não nos legaram nada em matéria de conhecimento. Sem dúvida, os iniciados estavam obrigados a não transmitir nada. No entanto, é inconcebível que em tão grande número não se tenha encontrado um só tagarela; o que há de mais contrário à natureza humana que… Continue lendo Niilismo, Existencialismo e Gnose na Era da Interpretação | Minicurso on-line

Minicurso online: “Filosofia, Literatura e Gnose” – Juliano G. PESSANHA & Rodrigo MENEZES

Uma convite à reflexão sobre as encruzilhadas e impasses existenciais do mundo moderno, os abismos e cumes, desertos e oceanos da existência humana. Hoje e sempre. DESCRIÇÃO: Este minicurso online se propõe a apresentar algumas das principais vozes filosóficas e literárias do século 20 que orbitam em torno da tríplice temática: gnose, existencialismo e niilismo.… Continue lendo Minicurso online: “Filosofia, Literatura e Gnose” – Juliano G. PESSANHA & Rodrigo MENEZES

“A solidão do ser humano: de Pascal a Nietzsche” – Hans JONAS

Há mais de duas gerações, Nietzsche disse que estava chegando o niilismo, “o mais inquietante de todos os hóspedes”. Entrementes, o hóspede entrou em casa e deixou de ser hóspede, e no tocante à filosofia o existencialismo tenta conviver com ele. Viver em tal companhia significa viver em crise. Os inícios da crise remontam ao… Continue lendo “A solidão do ser humano: de Pascal a Nietzsche” – Hans JONAS

“Hans Jonas e o niilismo gnóstico: a mais radical rebelião contra a physis” – Thiago VASCONCELOS

Kínesis - Revista de Estudos dos Pós-Graduandos em Filosofia da UNESP Marília, vol. 10, n. 25 (2018). Resumo: Este trabalho tem como objetivo analisar os estudos de Hans Jonas sobre os movimentos gnósticos e a formulação do princípio gnóstico que busca captar o elemento principal da pluralidade de vozes presentes no gnosticismo, a saber, o… Continue lendo “Hans Jonas e o niilismo gnóstico: a mais radical rebelião contra a physis” – Thiago VASCONCELOS

“O terrorismo de Estado” – CAMUS

Todas as revoluções modernas resultaram num fortalecimento do Estado. 1789 traz Napoleão; 1848, Napoleão III; 1917, Stalin; os distúrbios italianos da década de 1920, Mussolini; a república de Weimar, Hitler. Essas revoluções, sobretudo depois que a Primeira Guerra Mundial liquidou os vestígios do direito divino, propuseram, entretanto, com uma audácia cada vez maior, a construção… Continue lendo “O terrorismo de Estado” – CAMUS