O neopragmatismo de Rorty – Inês Lacerda ARAÚJO

"Para Rorty, a linguagem é contingente. Apenas as linguagens podem ser verdadeiras, e elas são obra nossa; ao formular frases verdadeiras, fabricamos verdades. A linguagem não expressa entidades não-lingüísticas, nem representa fatos. Rorty diz “deixar de lado a idéia de linguagens como representações e ser profundamente wittgensteiniano em nossa abordagem da linguagem seria desdivinizar o… Continue lendo O neopragmatismo de Rorty – Inês Lacerda ARAÚJO

Publicidade

“Sinceridade, equidade, objetividade” (Clément Rosset)

O desprezo pelo dado, a ausência de submissão ao real, encontram no culto que se presta a alguns mitos antigos um alimento para a sua incúria. Sabemos que semelhantes forças, ao não se empregarem para assumir-se a si mesmo, para assumir a realidade cotidiana e trágica, derrotam-se sem medida desde o momento em que se… Continue lendo “Sinceridade, equidade, objetividade” (Clément Rosset)