Liberdade, Enfermidade, Utopia (E.M. Cioran)

A LIBERDADE, eu dizia, exige o vazio para manifestar-se; o exige e sucumbe a ele. A condição que a determina é a mesma que a anula. Ela carece de bases: quanto mais completa for, mais vacilará, pois tudo a ameaça, até o princípio do qual emana. O homem é tão pouco feito para suportar a… Continue lendo Liberdade, Enfermidade, Utopia (E.M. Cioran)

Publicidade

“Acerca do budismo, Cioran e filosofia ocidental” – Paulo BORGES

CV - Em que medida um melhor conhecimento da filosofia oriental contribui para a transformação da reflexão filosófica da tradição ocidental? No seu caso, como é que o budismo influenciou o estilo de filosofia que pratica? PB - Conhecer as filosofias orientais – muito diversas entre si – é indispensável para conhecer melhor a própria… Continue lendo “Acerca do budismo, Cioran e filosofia ocidental” – Paulo BORGES

Sobre uma civilização aplastada (E.M. Cioran)

A liberdade, eu dizia, exige o vazio para manifestar-se; o exige e sucumbe a ele. A condição que a determina é a mesma que a anula. Ela carece de bases: quanto mais completa for, mais vacilará, pois tudo a ameaça, até o princípio do qual emana. O homem é tão pouco feito para suportar a… Continue lendo Sobre uma civilização aplastada (E.M. Cioran)

“Carta a um amigo longínquo” (E.M. Cioran)

MAIS FELIZ do que eu, você se resignou a nosso pó natal; além disso, tem a faculdade de suportar todos os regimes, mesmo os mais rígidos. E não é que você não tenha a nostalgia da fantasia e da desordem, mas não conheço espírito mais refratário que o seu às superstições da “democracia”. Houve uma… Continue lendo “Carta a um amigo longínquo” (E.M. Cioran)

“Carta a um amigo distante (sobre dois tipos de sociedade)” (E.M. Cioran)

OS SENTIMENTOS que o Ocidente me inspira não são menos confusos do que os que sinto pelo meu país, pela Hungria, ou por nossa grande vizinha, cuja indiscreta proximidade tanto você como eu apreciamos. O bem e o mal excessivos que penso dela, as impressões que me sugere quando reflito sobre seu destino, como expressá-los… Continue lendo “Carta a um amigo distante (sobre dois tipos de sociedade)” (E.M. Cioran)

“A Rússia e o vírus da liberdade” – CIORAN

Às vezes penso que todos os países deveriam se parecer com a Suíça, comprazer-se e arruinar-se, como ela, na higiene, na insipidez, na idolatria das leis e no culto ao homem; por outro lado, só me atraem as nações desprovidas de escrúpulo tanto em pensamento quanto em atos, sempre prestes a devoras as outras e… Continue lendo “A Rússia e o vírus da liberdade” – CIORAN