“Paul ValĂ©ry – estudos filosĂłficos” – Brutus Abel Fratuce Pimentel

Tese apresentada ao programa de PĂłs-Graduação em Filosofia do Departamento de Filosofia da Faculdade de Filosofia, Letras e CiĂȘncias Humanas da Universidade de SĂŁo Paulo, para obtenção do tĂ­tulo de Doutor em Filosofia, sob a orientação da Profa. Dra. OlgĂĄria Matos (2008). RESUMO Brutus Abel, Paul ValĂ©ry - Estudos filosĂłficos, Tese (Doutorado), Departamento de Filosofia,… Continue lendo “Paul ValĂ©ry – estudos filosĂłficos” – Brutus Abel Fratuce Pimentel

“Tempo sem experiĂȘncia” – OlgĂĄria MATOS

Uma reflexĂŁo sobre o tempo sem experiĂȘncia da contemporaneidade. Como a atual aceleração da sociedade cria a sensação de que nĂŁo hĂĄ tempo para nada. Na realidade, sĂŁo os prĂłprios mecanismos sociais e econĂŽmicos que necessitam dessa situação. As diferenças entre tĂ©dio e monotonia podem caracterizar diferentes formas de se relacionar com o tempo. A… Continue lendo “Tempo sem experiĂȘncia” – OlgĂĄria MATOS

“Baudelaire: antĂ­teses e revolução” (OlgĂĄria Matos)

Alea, vol.9 no.1 Rio de Janeiro Jan./June 2007 RESUMO: O ensaio procura indicar o mĂ©todo baudelairiano das antĂ­teses de coisas e acontecimentos, de tal forma que o maniqueĂ­smo progressista da dialĂ©tica hegeliano-marxista Ă© substituĂ­do pelo homo duplex pascaliano, e o conceito de ação polĂ­tica e arte engajada Ă© reformulado. Palavras-chave: Baudelaire; Benjamin; poesia; revolução. ABSTRACT: The essay attempts to characterize Baudelaire's method of… Continue lendo “Baudelaire: antĂ­teses e revolução” (OlgĂĄria Matos)