“Nietzsche e o cristianismo” – Oswaldo GIACOIA JR

Revista Cult, s/d Que possibilidades restam hoje para um diálogo entre Nietzsche e o Cristianismo? Tomemos a frase de O anticristo que, de imediato, nos lança no campo filológico das relações entre texto e interpretação: “Eu volto atrás. Conto a autêntica história do Cristianismo (des Chirstenthums). Já a palavra ‘Cristianismo’ (Christenthum) é um mal entendido… Continue lendo “Nietzsche e o cristianismo” – Oswaldo GIACOIA JR

“O pensamento de Nishitani e o Budismo” – Hisao MATSUMARU

Pretendo esclarecer o fundamento daquilo que penso ser o ponto de partida do pensamento presente nas duas obras centrais de Keiji Nishitani (1900-1990), a saber, Shukyo to wan nani ka (O que é a religião) (Nishitani, 1961) e Zen no tachiba (O ponto de vista do Zen) (Nishitani, 1986). A reflexão de Nishitani pode dar… Continue lendo “O pensamento de Nishitani e o Budismo” – Hisao MATSUMARU

Ceticismo e modo de vida (Plínio Junqueira Smith)

https://www.youtube.com/watch?v=2NxAxZrNtbg

“A preguiça e a melancolia” (Oswaldo Giacóia Jr.)

https://www.youtube.com/watch?v=UK49cyajj24 Nesta série do Café Filosófico que fala dos 7 pecados capitais, chegou a hora de entender a preguiça. Por que a preguiça é pecado? Porque é vergonhosa? Se a preguiça ofende a moral ocidental apoiada na produtividade, no fazer, preguiça também é fruto da necessidade humana, de entorpecimento diante da ferida da existência, diante… Continue lendo “A preguiça e a melancolia” (Oswaldo Giacóia Jr.)

Sobre a quadrúplice raiz do princípio de razão suficiente: Uma dissertação filosófica – Arthur SCHOPENHAUER

A Editora Unicamp acaba de lançar a primeira tradução brasileira da tese de doutorado de Schopenhauer: Sobre a quádrupla raiz do princípio de razão suficiente, na qual o autor de O mundo como vontade e como representação reconfigura à sua maneira a teoria kantiana do conhecimento. Sobre a quadrúplice raiz do princípio de razão suficiente é… Continue lendo Sobre a quadrúplice raiz do princípio de razão suficiente: Uma dissertação filosófica – Arthur SCHOPENHAUER

“Crítica da moral como política em Nietzsche” (Oswaldo Giacóia Júnior)

RUBEDO -- Revista de Psicologia Junguiana e Cultura "Também no futuro, no oeste e no leste, não faltarão motivos para se rejeitar Nietzsche. Nada mais fácil, pois ele, decerto, não cabe nas gavetas que o mundo burguês ou socialista mantém preparadas para filosofias políticas. Mas também a democracia, para silenciar inteiramente acerca da modernidade e de… Continue lendo “Crítica da moral como política em Nietzsche” (Oswaldo Giacóia Júnior)