“Sociedade Black Mirror: Populismo e espetacularização da política” – Pablo ORTELLADO

Precisamos falar sobre Black Mirror O futuro já começou Talvez maior do que a angústia que muita gente sente ao terminar de ver o último episódio de uma série e do que a ansiedade em esperar vir a nova temporada, é a necessidade de se falar sobre os episódios com os amigos no trabalho, no… Continue lendo “Sociedade Black Mirror: Populismo e espetacularização da política” – Pablo ORTELLADO

Las raíces históricas de los nazis modernos | DW Documental

¿Es la ideología de las agrupaciones populistas de la época de Weimar similar a la de las corrientes actuales? El reportaje muestra analogías. En Alemania, la extrema derecha ha alcanzado una base tan amplia como en los años del nacionalsocialismo. https://www.youtube.com/watch?v=IZubgY5ZI5Y Si bien la historia no se repite, se puede aprender de ella. Los años… Continue lendo Las raíces históricas de los nazis modernos | DW Documental

O Mundo Imundo da Bolsolândia: 27 casos de corrupção do governo Bolsonaro (e o que o presidente fez sobre cada um deles)

Fonte: "Bolsonaro acumula casos sob suspeita de corrupção; veja um a um", artigo de Ranier Bragon e Fabio Serapião, Folha de S. Paulo, 16 de abril de 2022 1. Funcionários fantasmas e rachadinhas em gabinetes de membros da família Bolsonaro Embora se refira a um período anterior à sua Presidência, há muitos relatos, investigações e… Continue lendo O Mundo Imundo da Bolsolândia: 27 casos de corrupção do governo Bolsonaro (e o que o presidente fez sobre cada um deles)

“Brasil: Bolsonaro ameaça pilares da democracia” | Human Rights Watch

Presidente ataca o Supremo Tribunal Federal, ameaça eleições, viola a liberdade de expressão - HRW, 15 de setembro de 2021 O presidente Jair Bolsonaro está ameaçando os pilares da democracia brasileira, disse a Human Rights Watch hoje, no Dia Internacional da Democracia. Ele buscou intimidar o Supremo Tribunal Federal (STF) e tem ameaçado cancelar as… Continue lendo “Brasil: Bolsonaro ameaça pilares da democracia” | Human Rights Watch