“Dogma, Dúvida & outras paixões ‘demasiado humanas’: Skandalon-Cioran”

https://www.youtube.com/watch?v=GVAi6kskBeg&t=2007s Cioran angariou bons amigos e boas amigas, leitores e leitoras mais ou menos distantes, e igualmente dedicados, com os quais manteve uma robusta correspondência epistolar. Mas também angariou muitos desafetos, difamadores, detratores e críticos empedernidos, inclusive no Brasil (vide Augusto Frederico Schmidt). O autor romeno de expressão francesa, espírito idiossincrático e excêntrico, é capaz… Continue lendo “Dogma, Dúvida & outras paixões ‘demasiado humanas’: Skandalon-Cioran”

Publicidade

“Cioran entre filosofia e poesia: ambivalência, hibridismo, temeridade” – Rodrigo MENEZES

"Já que tudo o que se concebeu e empreendeu desde Adão é ou suspeito ou perigoso ou inútil, que fazer? Dessolidarizar-se da espécie? Seria esquecer que nunca se é tão humano como quando se lamenta sê-lo."CIORAN, La chute dans le temps O "pecado original" de Cioran é ser demasiado filósofo, demasiado pensador, sem ser estritamente… Continue lendo “Cioran entre filosofia e poesia: ambivalência, hibridismo, temeridade” – Rodrigo MENEZES