“O excesso enquanto instância ontológica: um estudo sobre as formas de despesa em Georges Bataille” – Bárbara de Barros FONSECA

Monografia apresentada ao Departamento de Filosofia da Universidade de Brasília como requisito parcial para obtenção de título de bacharel e licenciatura em filosofia, 2013. Orientador: Prof. Dr. Herivelto Pereira de Souza. Resumo: Esta pesquisa de monografia pretende mostrar a importância ontológica do excesso ao longo da obra de Georges Bataille. Para isso, será seguido um… Continue lendo “O excesso enquanto instância ontológica: um estudo sobre as formas de despesa em Georges Bataille” – Bárbara de Barros FONSECA

Niilismo, Existencialismo, Gnose – Franco VOLPI

A obra de Heidegger oferece, com certeza, fundamental contribuição para a análise do niilismo europeu. No entanto, em última instância, ela apresenta um paradoxo singular, que é também o paradoxo de uma parte importante do pensamento contemporâneo. Nela, com efeito, parecem tocar-se e conviver dois extremos incompatíveis: de um lado, um niilismo radical; de outro,… Continue lendo Niilismo, Existencialismo, Gnose – Franco VOLPI

“Cioran ou os vestígios do sagrado” (novo livro sobre Cioran)

Cioran ou les vestiges du sacré dans l'écriture, de Sara Danièle Bélanger Michaud Montréal: XYZ Éditeur, Montréal, 2013 (no prelo; lançamento 23/05/13) Apresentação: As instituições − e em  primeiro lugar a Igreja − nas quais se exprimia e se vivia a experiência do sagrado desmoronam pouco a poucos. Mas o sagrado extravasa o quadro das instituições,… Continue lendo “Cioran ou os vestígios do sagrado” (novo livro sobre Cioran)