“Ninguém sabe que estou aqui”: a Salvação do Belo e a Feiúra do Mundo

Memo é um "memorando" (de onde o seu vistoso casaco amarelo), um lembrete de sua existência inaudita, de sua grande e tímida presença. O protagonista do filme é um baú de tesouros ocultos, uma existência lírica e musical que fora pisoteada, humilhada, violada, desapropriada de si mesma, para que sua bela voz fosse reproduzida nas… Continue lendo “Ninguém sabe que estou aqui”: a Salvação do Belo e a Feiúra do Mundo

“Jeff Koons e a estética do liso” – Byung-Chul HAN

O liso é a marca do presente. É ele que conecta as esculturas de Jeff Koons, iPhones e a depilação à brasileira, como é conhecida a depilação total na Europa. Por que achamos belo, nos dias de hoje, o liso? Além do efeito estético, nele se reflete um imperativo social universal. Ele corporifica a sociedade… Continue lendo “Jeff Koons e a estética do liso” – Byung-Chul HAN