“El ingenio sardĂłnico de Luciano de Samosata” (JosĂ© Luis Álvarez Lopeztello)

Ensayos de FilosofĂ­a, nĂșmero 2, 2015 (2), artĂ­culo 4 RESUMEN: En este artĂ­culo se vuelve la mirada a Luciano de Samosata, un pensador clĂĄsico pero poco estudiado. Se rescatan algunas de las crĂ­ticas que realiza, a travĂ©s de una prosa irĂłnica y lĂșcida, a las doctrinas y autoridades filosĂłficas, y al autoconcepto y pretensiones de… Continue lendo “El ingenio sardĂłnico de Luciano de Samosata” (JosĂ© Luis Álvarez Lopeztello)

“Como a polĂ­tica Ă© uma questĂŁo de logos” [2/2] – Barbara CASSIN

Na RepĂșblica de PlatĂŁo, em que polĂ­tica e Ă©tica se imbricam, submetidas Ă  mesma idĂ©ia do Bem, a homonoia determinarĂĄ uma das quatro virtudes caracterĂ­sticas da alma do indivĂ­duo bem como dessa alma ampliada que Ă© a cidade: ela se definirĂĄ como sentido da hierarquia (IV, 432 a) e, com a justiça, virtude da estrutura,… Continue lendo “Como a polĂ­tica Ă© uma questĂŁo de logos” [2/2] – Barbara CASSIN

Sobre desastres, escritura fragmentĂĄria e outras volĂșpias: as “Notas Soltas para Cioran”, de Ricardo Gil Soeiro (Rodrigo InĂĄcio R. SĂĄ Menezes)

RESENHA DO LIVRO: VolĂșpia do Desastre: Notas Soltas para Cioran de Ricardo Gil Soeiro Existe um ponto de vista desde o qual o discurso pedagĂłgico Ă© impossĂ­vel. O que se consegue ver deste ponto cego do espĂ­rito – que aqui chamaremos lucidez –, mais que dizer, apaga o dito; nega inclusive quando afirma – a… Continue lendo Sobre desastres, escritura fragmentĂĄria e outras volĂșpias: as “Notas Soltas para Cioran”, de Ricardo Gil Soeiro (Rodrigo InĂĄcio R. SĂĄ Menezes)