“Fitzgerald: a experiência pascalina de um romancista americano” (E.M. Cioran)

A LUCIDEZ, em alguns, é um dado primordial, um privilégio e mesmo uma graça. Não têm necessidade de adquiri-la, de procurá-la: são predestinados a ela. Todas as suas experiências contribuem para torná-los transparentes diante de si mesmos. Atingidos pela clarividência, não sofrem com isso, de tanto que ela os define. Se vivem numa crise permanente,… Continue lendo “Fitzgerald: a experiência pascalina de um romancista americano” (E.M. Cioran)

Eros, alteridade e transcend̻ncia РByung-Chul HAN

A DEPRESSÃO é uma enfermidade narcísica. O que leva à depressão é uma relação consigo mesmo exageradamente sobrecarregada e pautada num controle exagerado e doentio. O sujeito depressivo-narcisista está esgotado e fatigado de si mesmo. Não tem mundo e é abandonado pelo outro. Eros e depressão se contrapõem mutuamente. O eros arranca o sujeito de… Continue lendo Eros, alteridade e transcendência – Byung-Chul HAN

“Sobre o sucesso” – Emil CIORAN

Um homem sincero me confiou que, tendo apenas sucessos em sua vida, ele não pôde adquirir a consciência de seu valor pessoal, de suas possibilidades e limites. Essa confissão continha implicitamente a afirmação de que o sucesso é uma via de ilusões, que obscurece o processo de análise interior, do despojamento íntimo, criando, aquém das… Continue lendo “Sobre o sucesso” – Emil CIORAN

Adictos al éxito

En Los bastardos de Voltaire (editorial Andrés Bello), John Ralston Saul sostiene que el racionalismo triunfante privilegia el poder en detrimento de la razón y de la solidaridad. El pensador argentino comenta la obra del canadiense y rastrea sus fuentes. Por Santiago Kovadloff -- Para La Nacion- Buenos Aires, 1998 ¿DIAGNOSTICO sombrío? ¿Pronóstico apocalíptico? ¿Cómo… Continue lendo Adictos al éxito

“Tener éxito y vender libros” (César Antonio Molina)

El País, 27 Mayo 2005 ¿Cómo hablaré de algo que desconozco? El éxito era, únicamente para mí, escribir bien y ser reconocido por ello. Pero un poeta amigo a quien admiro por su espiritualidad y el alejamiento mundanal confiesa estar muy contento con su último poemario porque se ha vendido muy bien y está en… Continue lendo “Tener éxito y vender libros” (César Antonio Molina)