“No início era a crise” – Marilia FIORILLO

Quanto mais o universo parece ser compreensível, mais ele se mostra sem objetivo.STEVEN WEINBERG, Os três primeiros minutos Os estudiosos de toda parte do mundo que se encontrariam em 1966 na Sicília para discutir o gnosticismo também desencadearam uma pequena guerra de opiniões, mais suave que a dos primeiros padres. O desfecho do encontro histórico… Continue lendo “No início era a crise” – Marilia FIORILLO

“Qual é a ‘verdadeira igreja’?” – Elaine PAGELS

DURANTE QUASE 2 mil anos a tradição cristã preservou e reverenciou os escritos ortodoxos que denunciavam os gnósticos enquanto reprimiam — e destruíam — os escritos gnósticos. Agora, pela primeira vez, certos textos descobertos em Nag Hammadi revelam o outro lado da moeda: como os gnósticos denunciavam os ortodoxos. O Segundo Tratado do Grande Seth… Continue lendo “Qual é a ‘verdadeira igreja’?” – Elaine PAGELS

“Gnosis: autoconhecimento como conhecimento de Deus” – Elaine PAGELS

(…) Tomé lhe diz: “Senhor, não sabemos para onde vais. Como podemos conhecer o caminho?” Diz-lhe Jesus: “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida. Ninguém vem ao Pai a não ser por mim.” O EVANGELHO DE JOÃO, que contém esse trecho, é um livro notável que muitos gnósticos reclamam a si e utilizam… Continue lendo “Gnosis: autoconhecimento como conhecimento de Deus” – Elaine PAGELS

“Mito helênico versus mito gnóstico: análise do debate nas Enéadas de Plotino” – Luciana SANTOPRETE

Chargée de recherche au CNRS - Laboratoire d'Etudes sur les Monothéismes (UMR 8584) - Université de Recherche Paris-Sciences-et-Lettres (PSL) https://www.youtube.com/watch?v=sS5xAbaVRwg

Prioridade, Autoridade, Angústia da Influência – Harold BLOOM

Nietzsche e Freud são, até onde me é dado ver, as influências básicas na teoria da influência apresentada neste livro. Nietzsche é o profeta do antitético, e sua Genealogia da moral é o mais profundo estudo de que disponho das tensões revisionárias e ascéticas no temperamento estético. As investigações por Freud dos mecanismos de defesa… Continue lendo Prioridade, Autoridade, Angústia da Influência – Harold BLOOM

A angústia da influência – Harold BLOOM

A angústia da influência foi e continua sendo mal interpretado, de uma maneira medíocre. Qualquer leitor capaz deste livro, o que significa qualquer um com alguma sensibilidade literária e que não seja comissário nem ideólogo, de esquerda ou direita, verá que influência-angústia não se refere tanto aos precursores quanto é uma angústia realizada no e… Continue lendo A angústia da influência – Harold BLOOM

“Insolência e imaginação” – Marília FIORILLO

O santo ascético e o sábio desapaixonado não são seres humanos completos. Um pequeno número deles poderá enriquecer uma comunidade, mas um mundo composto de tais criaturas morreria de tédio.BERTRAND RUSSELL, Por que não sou cristão Desordenada, tumultuada, mítica, lírica, a dicção gnóstica é mais rica e conturbada que a canônica. Nela, tudo é metáfora… Continue lendo “Insolência e imaginação” – Marília FIORILLO

“Ensaio herético sobre a atualidade da gnose” (Otávio Velho)

Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 4, n. 8, p. 34-52, jun. 1998 Resumo: O objetivo desta comunicação é sugerir o interesse para os estudiosos da religião em examinar a hipótese da atualidade da gnose (ou do gnosticismo) a partir de recentes trabalhos do escritor Harold Bloom. Ao mesmo tempo, trata de colocar as possibilidades levantadas… Continue lendo “Ensaio herético sobre a atualidade da gnose” (Otávio Velho)

Gnosticismo Cristão: Valentino e a Ressurreição – Harold BLOOM

MUITOS SIGNIFICADOS podem estar envolvidos quando a maioria de nós afirma: "Eu creio em Deus", ou "Eu creio que Jesus Cristo foi e é o Filho de Deus", ou "Não há outro Deus além de Alá, e Maomé foi o selo dos Profetas", ou "Eu creio na Aliança". A crença em que alguma coisa foi,… Continue lendo Gnosticismo Cristão: Valentino e a Ressurreição – Harold BLOOM