Prioridade, Autoridade, AngĂșstia da InfluĂȘncia – Harold BLOOM

Nietzsche e Freud sĂŁo, atĂ© onde me Ă© dado ver, as influĂȘncias bĂĄsicas na teoria da influĂȘncia apresentada neste livro. Nietzsche Ă© o profeta do antitĂ©tico, e sua Genealogia da moral Ă©o mais profundo estudo de que disponho das tensĂ”es revisionĂĄrias e ascĂ©ticas no temperamento estĂ©tico. As investigaçÔes por Freud dos mecanismos de defesa e… Continue lendo Prioridade, Autoridade, AngĂșstia da InfluĂȘncia – Harold BLOOM

A angĂșstia da influĂȘncia – Harold BLOOM

A angĂșstia da influĂȘncia foi e continua sendo mal interpretado, de uma maneira medĂ­ocre. Qualquer leitor capaz deste livro, o que significa qualquer um com alguma sensibilidade literĂĄria e que nĂŁo seja comissĂĄrio nem ideĂłlogo, de esquerda ou direita, verĂĄ que influĂȘncia-angĂșstia nĂŁo se refere tanto aos precursores quanto Ă© uma angĂșstia realizada no e… Continue lendo A angĂșstia da influĂȘncia – Harold BLOOM

“InsolĂȘncia e imaginação” (MarĂ­lia Fiorillo)

O santo ascĂ©tico e o sĂĄbio desapaixonado nĂŁo sĂŁo seres humanos completos. Um pequeno nĂșmero deles poderĂĄ enriquecer uma comunidade, mas um mundo composto de tais criaturas morreria de tĂ©dio. BERTRAND RUSSELL, Por que nĂŁo sou cristĂŁo Desordenada, tumultuada, mĂ­tica, lĂ­rica, a dicção gnĂłstica Ă© mais rica e conturbada que a canĂŽnica. Nela, tudo Ă©… Continue lendo “InsolĂȘncia e imaginação” (MarĂ­lia Fiorillo)

“Ensaio herĂ©tico sobre a atualidade da gnose” (OtĂĄvio Velho)

Horizontes AntropolĂłgicos, Porto Alegre, ano 4, n. 8, p. 34-52, jun. 1998 Resumo: O objetivo desta comunicação Ă© sugerir o interesse para os estudiosos da religiĂŁo em examinar a hipĂłtese da atualidade da gnose (ou do gnosticismo) a partir de recentes trabalhos do escritor Harold Bloom. Ao mesmo tempo, trata de colocar as possibilidades levantadas… Continue lendo “Ensaio herĂ©tico sobre a atualidade da gnose” (OtĂĄvio Velho)

Gnosticismo CristĂŁo: Valentino e a Ressurreição – Harold BLOOM

MUITOS SIGNIFICADOS podem estar envolvidos quando a maioria de nĂłs afirma: "Eu creio em Deus", ou "Eu creio que Jesus Cristo foi e Ă© o Filho de Deus", ou "NĂŁo hĂĄ outro Deus alĂ©m de AlĂĄ, e MaomĂ© foi o selo dos Profetas", ou "Eu creio na Aliança". A crença em que alguma coisa foi,… Continue lendo Gnosticismo CristĂŁo: Valentino e a Ressurreição – Harold BLOOM