“PĂłs-modernidade e as duas faces de Janus: o Cogito Digital e o Solipsismo diante da desconstrução da metafĂ­sica” – Alessandra Cavalcante Scherma SCHURIG

Revista Sul-Americana De Filosofia e Educação (RESAFE), (16), 2011, 30–47 O objeto deste artigo Ă© a investigação das influĂȘncias do neopragmatismo na educação, tomando como base o pensamento de Richard Rorty. Identifica algumas convergĂȘncias entre a cultura pĂłs-moderna e o neopragmatismo, especialmente quanto ao fim das metanarrativas, no sentido de reconhecer as alteraçÔes na educação… Continue lendo “PĂłs-modernidade e as duas faces de Janus: o Cogito Digital e o Solipsismo diante da desconstrução da metafĂ­sica” – Alessandra Cavalcante Scherma SCHURIG

Publicidade

“Kafka e o universo do mascaramento: consideraçÔes sobre mĂĄscara e verdade” – Ciprian VĂLCAN

Revista Humanitas, nr. 149, março de 2022 Neste ensaio de Ciprian Vălcan recĂ©m-publicado na revista Humanitas (149), descobrimos que Cioran e Kafka tĂȘm muito em comum. Profundos psicĂłlogos, como ademais Nietzsche, que nĂŁo nutrem ilusĂ”es sobre o que hĂĄ por detrĂĄs das mĂĄscaras que vestimos diariamente, tornando-se a nossa segunda pele (se nĂŁo a primeira).… Continue lendo “Kafka e o universo do mascaramento: consideraçÔes sobre mĂĄscara e verdade” – Ciprian VĂLCAN

“O conceito de contingĂȘncia em Richard Rorty” – MatĂȘus Ramos CARDOSO

SeminĂĄrio de Filosofia e Sociedade, UNESC, v. 1, n. 1 (2017) RESUMO: No filĂłsofo Richard Rorty a defesa do conceito de contingĂȘncia se amplia, uma vez que, segundo ele, a contingĂȘncia Ă© uma caracterĂ­stica definitiva da nossa realidade. Assim, o conceito de contingĂȘncia em Richard Rorty propĂ”e uma nova visĂŁo de como a filosofia pode buscar… Continue lendo “O conceito de contingĂȘncia em Richard Rorty” – MatĂȘus Ramos CARDOSO

“Kafka y el problema de la verdad” – Ciprian VĂLCAN

Reflexiones Marginales, 30 noviembre 2021 (trad. de Miguel Angel Gomez Mendoza) Resumen: SegĂșn Kafka, el gran peligro que acecha a los hombres es la caĂ­da en el error, la aceptaciĂłn pasiva de la opacidad del mundo. Se enfrentan a un doble obstĂĄculo: primero, deben ir mĂĄs allĂĄ del escudo protector de la ilusiĂłn que ampara… Continue lendo “Kafka y el problema de la verdad” – Ciprian VĂLCAN

Cioran e Keats: o imperativo da intensidade e poéticas do grotesco

Segundo o tradutor PĂ©ricles EugĂȘnio da Silva Ramos, o princĂ­pio da intensidade desempenha um papel fundamental na poĂ©tica de John Keats (1795-1821). Em 21 de dezembro de 1817, o poeta inglĂȘs escreveria, em carta ao irmĂŁo George, que "a excelĂȘncia de toda arte estĂĄ em sua intensidade, capaz de fazer o desagradĂĄvel ('all desagreeables') evaporar… Continue lendo Cioran e Keats: o imperativo da intensidade e poĂ©ticas do grotesco

“A Grande Dor, extremo liberador do espĂ­rito” – NIETZSCHE

1. FreqĂŒentemente me perguntei se nĂŁo tenho um dĂ©bito mais profundo com os anos mais difĂ­ceis de minha vida do que com outros quaisquer. Minha natureza Ă­ntima me ensina que tudo necessĂĄrio, visto do alto e no sentido de uma grande economia, Ă© tambĂ©m vantajoso em si -- deve-se nĂŁo apenas suportĂĄ-lo, deve-se amĂĄ-lo... Amor… Continue lendo “A Grande Dor, extremo liberador do espĂ­rito” – NIETZSCHE

Estar com a verdade… contra ela – CIORAN

Quem refletiu muito sobre a eternidade, a morte, a vida, o tempo e o sofrimento, Ă© impossĂ­vel que tenha um sentimento definido, uma visĂŁo precisa e uma convicção determinada sobre todas essas coisas. SĂł tĂȘm um sentimento definido da morte os que a pensaram e sentiram pela metade; nĂŁo se pode ter uma visĂŁo precisa… Continue lendo Estar com a verdade… contra ela – CIORAN

“CiorĂĄn o el Deseo de la Verdad” (Vicente Niño Orti)

POSMODERNÍA, 26/03/2018 AproximaciĂłn biogrĂĄfica Emil Cioran naciĂł en Rumania el 8 de abril de 1911, en el pueblo de Rasinari, en la Transilvania de la monarquĂ­a austrohĂșngara. Su padre, Emilian, fue un pope miembro prominente de la comunidad ortodoxa de Rasinari y su madre, Elvirei, era originaria de Venetia de Jos. En su obra y… Continue lendo “CiorĂĄn o el Deseo de la Verdad” (Vicente Niño Orti)

“Os pobres de espĂ­rito” (E.M. Cioran)

OBSERVE COM QUE ENTONAÇÃO um homem pronuncia a palavra “verdade”, a inflexĂŁo de segurança ou de reserva que pĂ”e nela, o aspecto de credulidade ou dĂșvida, e ficarĂĄ instruĂ­do sobre a natureza de suas opiniĂ”es e a qualidade de seu espĂ­rito. NĂŁo hĂĄ vocĂĄbulo mais vazio; todavia, os homens fazem dele um Ă­dolo e convertem… Continue lendo “Os pobres de espĂ­rito” (E.M. Cioran)

Da Verdade: aforismos de Emil Cioran

NĂŁo queremos mais suportar os pesos das “verdades”, continuar sendo suas vĂ­timas ou seus cĂșmplices. Sonho com um mundo em que se morreria por uma vĂ­rgula. (Silogismos da amargura) § Suficientemente ingĂȘnuo para colocar-me em busca da Verdade, interessei-me no passado — inutilmente — por muitas disciplinas. Começava a firmar-me no ceticismo quando tive a idĂ©ia de consultar,… Continue lendo Da Verdade: aforismos de Emil Cioran