“Y, a pesar de todo, ¿por qué no se suicidó Cioran?” – Ion VARTIC

A esta pregunta que, de un modo más o menos directo, se le formuló a Cioran en repetidas ocasiones, muchas de ellas no exentas de malicia, él respondió siempre que no se le había entendido bien. Nunca exhortó al suicidio ni hizo apología de este; de hecho, dijo todo lo contrario: que el pensamiento de… Continue lendo “Y, a pesar de todo, ¿por qué no se suicidó Cioran?” – Ion VARTIC

“O Niilismo, de Franco Volpi” (resenha) – Cláudia Bhrenna Falcão Castro

Cadernos do PET Filosofia - UFPI. v. 5, n. 9 (2014). 2014 (Resenha). Franco Volpi foi um filósofo italiano e professor de História da Filosofia da Universidade de Pádua. Também lecionou em universidades da Europa, Canadá e América Latina. Publicou obras como “Heidegger e Brentano” (1976), “O Renascimento da Filosofia Prática na Alemanha” (1980), “Heidegger… Continue lendo “O Niilismo, de Franco Volpi” (resenha) – Cláudia Bhrenna Falcão Castro

“Um pessimismo (mui) pouco trágico: Cioran lido por Clément Rosset” – Rodrigo MENEZES

Trata-se de contrapor e fazer dialogar duas filosofias, dois modo de pensar (o homem, a existência, a vida e a morte, o tempo) que têm muito em comum, mas cujas conclusões podem ser radicalmente divergentes: a filosofia trágica, afirmativa e aprobatória de Clément Rosset (tendo como corolário a alegria como "force majeure"), na linha de… Continue lendo “Um pessimismo (mui) pouco trágico: Cioran lido por Clément Rosset” – Rodrigo MENEZES

Apresentação de “Cioran dans mes souvenirs”, de Mario Andrea Rigoni (Laurent de Sutter)

Mario Andrea Rigoni é um dos grandes, e ao mesmo tempo dos mais secretos, dentre os prosadores italianos vivos. Este segredo, ao que parece, foi levado ao pé da letra na França, onde a sua obra, a despeito de algumas traduções, é pouco conhecida. Os amantes de Leopardi sabem, contudo, o que devem a este… Continue lendo Apresentação de “Cioran dans mes souvenirs”, de Mario Andrea Rigoni (Laurent de Sutter)

“Giacomo Leopardi – Além do pessimismo, a poesia consoladora” – Adalberto de QUEIROZ

Jornal Opção, 09 de novembro de 2017 O poeta italiano, considerado anti-Pascal, é um incrédulo, um negativista, um descrente, mas sua poesia toca em algum lugar na alma do cristão que se torna impossível não gostar dele, tanto quanto é impossível descrever esse gosto em poucas palavras Eu tinha tudo para não gostar da poesia… Continue lendo “Giacomo Leopardi – Além do pessimismo, a poesia consoladora” – Adalberto de QUEIROZ

“O princípio de crueldade” – Clément ROSSET

"Hipocondria melancólica", observa Gérard de Nerval em um diário. "É um mal terrível: faz ver as coisas tais como são." Por "crueldade" do real entendo em primeiro lugar, é claro, a natureza intrinsecamente dolorosa e trágica da realidade. Não me estenderei sobre este primeiro sentido, mais ou menos conhecido de todos, e sobre o qual… Continue lendo “O princípio de crueldade” – Clément ROSSET

“Le vie parallele di Cioran e Leopardi”: Intervista a Mario Andrea Rigoni di Antonio Castronuovo

Aforisticamente - L'Aforisma nel Mondo - Letture e Scritture Aforistiche Contemporanee Gentile prof. Rigoni, la sua avventura intellettuale è traversata da Leopardi e da Cioran. Vorrei che lei ci aiutasse a mettere a confronto l’uno con l’altro: che cosa li unisce e che cosa li separa? Condividevano l’esperienza capitale della noia, cioè il senso della… Continue lendo “Le vie parallele di Cioran e Leopardi”: Intervista a Mario Andrea Rigoni di Antonio Castronuovo