Comentarios al libro “Influencias culturales francesas y alemanas en la obra de Cioran” de Ciprian Vălcan – Francisco Pamplona RANGEL

FILHA - Revista Digital de la Unidad Académica de Docencia Superior, Universidad Autónoma de Zacatecas, Julio-diciembre 2022, número 27. ISSN: 2594-0449. La obra del rumano-francés Emil Cioran o como lo conocimos en español hace más de 40 años E. M. Cioran, es una de las más elusivas y más lúcidas en la historia del pensamiento del… Continue lendo Comentarios al libro “Influencias culturales francesas y alemanas en la obra de Cioran” de Ciprian Vălcan – Francisco Pamplona RANGEL

“As velhinhas e o diabo: aforismos para tempos que esperam pelo despertar da história” – Rodrigo MENEZES

Revista Humanitas, 154, agosto de 2022 O que pareceria uma associação improvável, representada no título do novo livro de Ciprian Vălcan, revela-se, através dos aforismos do autor romeno, a metáfora de uma terrível “afinidade eletiva” Things are gonna slidein all directionsWon’t be nothing, nothingyou can measure anymoreAnd the blizzard of the worldhas crossed the thresholdand… Continue lendo “As velhinhas e o diabo: aforismos para tempos que esperam pelo despertar da história” – Rodrigo MENEZES

“Crimes do futuro: o grotesco-chic da distopia de David Cronenberg” – Rodrigo MENEZES

Esgotados os modos de expressão, a arte se orienta para o sem-sentido, para um universo privado e incomunicável. Todo estremecimento inteligível, tanto em pintura como em música ou em poesia, nos parece, com razão, antiquado ou vulgar. O público desaparecerá em breve; a arte o seguirá de perto.Uma civilização que começou com as catedrais tinha… Continue lendo “Crimes do futuro: o grotesco-chic da distopia de David Cronenberg” – Rodrigo MENEZES

“Bailar el tango” – Ciprian VĂLCAN

Revista Humanitas, 152, junho de 2022, p. 44-52. Ao viajar à capital portenha, um filósofo romeno deseja ver de perto o espetáculo de dança e música que o encantava nos programas de TV da sua juventude. Ao vivo, a arte se mostrou atemporal, mas ainda um espelho da sociedade local Byron. Quando eu tinha 15-16… Continue lendo “Bailar el tango” – Ciprian VĂLCAN

“Babele și diavolul: aforisme împotriva somnambulismului istoriei” – Rodrigo MENEZES

ARCA - Revistă lunară de literatură, eseu, arte vizuale, muzică, 2/2022 Dacă fiecare ar fi „înțeles”, istoria ar fi încetat de multă vreme. Numai că sîntem cu desăvîrșire, sîntem biologic inapți "să înțelegem" . Și chiar dacă ar fi înțeles toți, în afară de unul, istoria s-ar perpetua, din pricina lui, din cauza încăpățînării lui. Din pricina unei… Continue lendo “Babele și diavolul: aforisme împotriva somnambulismului istoriei” – Rodrigo MENEZES

“O bigode de Nietzsche” – Ciprian VĂLCAN

Quem quiser explorar a história do bigode de Nietzsche terá à disposição inúmeras fontes interessantes, camufladas em várias fotografias (deixamos de fora da investigação os retratos pintados por Köselitz, Stoeving, Olde ou Munch, para não incomodar os nossos contemporâneos apressados). Nem sequer precisa consultar os diários dos contemporâneos de Friedrich, seguir as suas anotações, vasculhar… Continue lendo “O bigode de Nietzsche” – Ciprian VĂLCAN

“Cioran, una narración en treinta voces” – Dana PERCEC

Cioran, un aventurero inmóvil. Treinta entrevistas / Ciprian Vălcan. Pereira : Universidad Tecnológica de Pereira, 2018. 287 páginas. -- (Colección Textos de ensayo). El volumen de entrevistas dedicado a la vida y a la compleja personalidad de Emil Cioran es un libro diferente. En sus páginas, Ciprian Vălcan logra sorprender aspectos inéditos del pensador rumano-francés.… Continue lendo “Cioran, una narración en treinta voces” – Dana PERCEC

“Mário de Sá-Carneiro (1890-1916)”: homenagem de Fernando PESSOA

Quando Antero de Quental suicidou-se, em 11 de setembro de 1891, Mário de Sá-Carneiro tinha apenas um ano e cinco meses de idade, de modo que aquele gesto radical, considerado lendário no mundo literário português, não chegou a marcá-lo diretamente. Em compensação, quando o seu melhor amigo, Tomás Cabreira Júnior, com quem escrevera a peça… Continue lendo “Mário de Sá-Carneiro (1890-1916)”: homenagem de Fernando PESSOA

„Vă închipuiţi că filozofia a ajuns în ceasul în care-şi dă ultima suflare?“ – Ciprian Vălcan în dialog cu Alexis Philonenko

Dilema Veche, 19 mai, 2011. Apărut în Dilemateca, anul VI, nr. 60, mai 2011 Este unul dintre cei mai originali gînditori francezi contemporani, îmbinînd în mod strălucit o profundă cunoaştere a marii filozofii clasice cu abordări iconoclaste ale unor teme neobişnuite, precum istoria boxului, problema ucigaşilor în serie sau moartea lui Ludovic al XVI-lea. Istoric al… Continue lendo „Vă închipuiţi că filozofia a ajuns în ceasul în care-şi dă ultima suflare?“ – Ciprian Vălcan în dialog cu Alexis Philonenko

As Velhinhas e o Diabo, Serial Killers e Canibais: aforismos de Ciprian Vălcan

A história do homem contemporâneo será a história dos monstros que terá produzido. A partir do século XXII, não concederão mais o prêmio Nobel, mas o prêmio Breivik. O estágio final do capitalismo é o canibalismo. Todos os cineastas que encontrei falavam do grande talento para atuar dos prisioneiros. Seria necessário, provavelmente, um serial killer… Continue lendo As Velhinhas e o Diabo, Serial Killers e Canibais: aforismos de Ciprian Vălcan