“O voluptuoso, o insolúvel: Liliana Herrera e a paixão-Cioran” – Rodrigo Menezes

Hegel é meu exato oposto. Hegel é impensável para mim, por mais que eu reconheça sua importância. Mas isso é outra estória. Tenho um amigo na Romênia, um especialista no pensamento de Hegel [Constantin Noica], que não consegue ler minhas coisas, que não me leva a sério. Não obstante, muito embora tivesse uma mentalidade totalmente… Continue lendo “O voluptuoso, o insolúvel: Liliana Herrera e a paixão-Cioran” – Rodrigo Menezes

“À tumba de Cioran” – Liliana Herrera

O guarda se equivocou ao dar a orientação da tumba de Cioran, dizendo "dez ao norte, cinco ao leste", porque na divisão do número 13 é preciso contar pelo menos dezoito tumbas ao norte, e nove ao leste, para encontrar a do filósofo. Pode-se ver então uma lápide cinza, limpa e brilhante, na qual estão… Continue lendo “À tumba de Cioran” – Liliana Herrera

Às margens do Ser (a propósito de Liliana Herrera) – Alfredo Abad

Espacio M. Liliana Herrera A. 🇨🇴

María Liliana Herrera Alzate nos ha dejado el 20 de septiembre de 2019. He aquí un homenaje de su amigo y colega universitario, Alfredo Abad.

Una persona es una revelación. En la particularidad de la existencia, en sus definiciones contradictorias e imprecisas, se nutre el hallazgo que de ella hacemos como epifanía, afirmándose en nuestra conciencia y en nuestras dispersas emociones. El pesimismo sabe también celebrar la vida. Liliana supo hacerlo. No otra cosa fue verificable en el anhelo apasionado y certero por el cual pudo conferir a la vida un brote de inefable misterio como el que se desprende de todo espíritu profundo. El suyo lo fue.

De su presencia perdida se pueden evocar recuerdos y sentidos que no la alcanzan, no la suplen. Sin embargo, se lucha también por contradecir esta condición, porque de quienes desaparecen se conservan justamente sus rasgos, sus particularidades, rememorándolos y accediendo a su legado. Ambigua…

Ver o post original 437 mais palavras

Colóquio Internacional Liliana Herrera em torno de Cioran | Programação

O Portal E.M. Cioran tem a honra de anunciar o Colóquio Internacional Liliana Herrera em torno de Cioran, um evento acadêmico transdisciplinar, colaborativo e independente que acontecerá entre 2 e 16 de outubro. Um evento 100% on-line, pela primeira vez no YouTube, tendo como objeto privilegiado a obra de Emil Cioran, em diálogo com outros… Continue lendo Colóquio Internacional Liliana Herrera em torno de Cioran | Programação

“Mihail Eminesco” – E.M. Cioran

Este breve ensaio compõe a primeira versão do Breviário de decomposição (1949), o début literário em língua francesa de Emil (doravante E. M.) Cioran, tendo sido excluído da versão final que ganharia, em 1950, o Prix Rivarol para jovens escritores estrangeiros. A versão inicial do Précis, intitulada Exercices négatifs, foi publicada postumamente, em 2005, numa… Continue lendo “Mihail Eminesco” – E.M. Cioran

Colóquio Internacional Liliana Herrera – em torno de Cioran

"O verdadeiro contato entre os seres se estabelece na presença muda, na aparente não-comunicação, no intercâmbio misterioso e sem palavras que se assemelha à oração interior." ~ E. M. Cioran Temos a honra de anunciar o Colóquio Liliana Herrera - em torno de Cioran, a ser realizado nas duas primeiras semanas de outubro de 2021.… Continue lendo Colóquio Internacional Liliana Herrera – em torno de Cioran

“Benjamin Fondane: Rue Rollin, 6” – E.M. Cioran

O rosto mais sulcado, mais marcado que se possa imaginar, um rosto de rugas milenares, de modo algum paralisadas pois animadas pela aflição mais contagiante e mais explosiva. Não me cansava de contemplá-las. Jamais vira antes uma tal harmonia entre o parecer e o dizer, entre a fisionomia e a palavra. Para mim, é impossível… Continue lendo “Benjamin Fondane: Rue Rollin, 6” – E.M. Cioran

Perfil na Time Magazine: Cioran, “Visionário da Escuridão” – Paul Ress

Em meio às quase mil páginas dos Cahiers (cadernos) que Cioran manteve como um indispensável laboratório de ideias e exercício de estilo, encontram-se algumas notas sobre uma entrevista que ele teria dado a um jornalista norte-americano, enviado pela revista Time, na qual o autor romeno de expressão francesa, à essa altura já um autor renomado… Continue lendo Perfil na Time Magazine: Cioran, “Visionário da Escuridão” – Paul Ress

Notícia da morte de Cioran | France 3 (20/06/1995)

Falecimento do escritor Emil CIORAN. Apresentação do filósofo com um aporte de fotos e uma entrevista com Jean D'Ormesson. https://www.youtube.com/watch?v=CtEWawka0SQ Décès à Paris de l'écrivain Emil CIORAN. Présentation du philosophe à l'aide de photos et d'une interview de Jean d'Ormesson. Production: France 3 / 19/20 2EMEJournaliste: Marie Claire ThiersParticipant: Jean d' Ormesson Fonte / source:… Continue lendo Notícia da morte de Cioran | France 3 (20/06/1995)

France Culture / Série Savoirs : “Emil Cioran, désespérément” (4 épisodes)

Quatre émissions autour du philosophe Emil Cioran (1911-1995) : tranchant, cynique, penseur du néant en proie aux insomnies, égaré politiquement un temps de sa vie : comment le désespoir la vie et l'oeuvre philosophique d'Emil Cioran ? FranceCulture - Émissions > Les Chemins de la philosophie > Emil Cioran, désespérément 1. De l'inconvénient d'être né "N'être pas né,… Continue lendo France Culture / Série Savoirs : “Emil Cioran, désespérément” (4 Ã©pisodes)