“Eliade ex-crente: protótipo do espírito religioso sem religião” – E. M. CIORAN

Encontrei Eliade pela primeira vez por volta de 1932, em Bucareste, onde eu terminara, há pouco, vagos estudos de filosofia. Ele era, na época, o ídolo da “nova geração” – fórmula mágica que ficávamos orgulhosos de invocar. Desprezávamos os “velhos”, os “gagás”, isto é, todos os que haviam passado dos 30. Nosso mentor fazia campanha… Continue lendo “Eliade ex-crente: protótipo do espírito religioso sem religião” – E. M. CIORAN

La traducción y la recepción de M. Eliade, E.M. Cioran y E. Ionescu en España – Diana MOTOC

Quaderns: revista de traducció, 10, Universitat Autònoma de Barcelona, Departament de Traducció i d'Interpretació, 2003 Introducción Existió en París un instante y un rincón donde se dejaron fotografiar los tres rumanos más universales: Mircea Eliade, Emil Cioran y Eugen Ionesco. La foto —imagen emblemática para las palabras que siguen— parece haber sido vista y sensibilizado… Continue lendo La traducción y la recepción de M. Eliade, E.M. Cioran y E. Ionescu en España – Diana MOTOC

“Cómo se fabrica un nazi” – Tomás Abraham

PERFIL, Argentina, 16 de mayo 2021 Tomás Abraham se pregunta en su último libro por qué vino de Rumania (y aun así se considera argentino), por qué sus padres se salvaron del genocidio de 350 mil judíos rumanos y por qué en su ciudad natal las sinagogas, sin daños aparentes, están cerradas con candados. Vacía.… Continue lendo “Cómo se fabrica un nazi” – Tomás Abraham

Cioran: “Política da Heresia Permanente” – Patrice BOLLON

"O jovem Cioran não é menos herético no plano político. Se a vontade de grandeza à qual ele incita parece encontrar sua ilustração 'natural' no hitlerismo dos anos 1933-35, ela pode muito bem comportar, para ele, um bolchevismo 'bem compreendido'. Todo Schimbarea [Transfiguração da Romênia] ressoa declarações de admiração a Lenin e à revolução russa,… Continue lendo Cioran: “Política da Heresia Permanente” – Patrice BOLLON

Cioran é reacionário?

« Seriez-vous réac ? – Si vous voulez, mais dans le sens où Dieu l’est. Â»CIORAN, Écartèlement (1979) « Vous êtes contre tout ce qu'on a fait depuis la dernière guerre, me disait cette dame à la page.Vous vous trompez de date. Je suis contre tout ce qu'on a fait depuis Adam. Â»CIORAN, De l'inconvénient d'être né (1973) Uma obra aforística,… Continue lendo Cioran é reacionário?

Entrevista a Miguel Ángel Gómez Mendoza: historiador colombiano y traductor del rumano

https://www.youtube.com/watch?v=WIRdGcQYVE0 https://www.youtube.com/watch?v=xD_T5zwwjlc https://www.youtube.com/watch?v=2Bg0gGjKBpk&t=1018s https://www.youtube.com/watch?v=gABWf82ogDk

Breviário de decomposição e outras poéticas: Conversações Filosóficas com Caio Souto

  https://www.youtube.com/watch?v=9IawFlmgTf8&t=2s Nesta conversa, Rodrigo Inácio Ribeiro Sá Menezes fez uma didática exposição de diversos aspectos da obra de E.M. Cioran, filósofo romeno de expressão francesa (bilíngue) do século XX. O entrevistado é o criador do Portal E.M. Cioran Brasil (link abaixo). Rodrigo Inácio Ribeiro Sá Menezes é Bacharel em Publicidade e Propaganda pela FAAP… Continue lendo Breviário de decomposição e outras poéticas: Conversações Filosóficas com Caio Souto

“Da dissolução” – Marco LUCCHESI

Revista Filosofia - Ciência & Vida, n. 161, abril 2020. Texto originariamentepublicado no livro Carteiro Imaterial. Editora José Olympio, Rio de Janeiro. Lido por pensadores e escritores modernos, o filósofo romeno é conhecido por suas ideias sobre a morte, o desespero e o vazio. Mas como bem definiu Susan Sontag, o seu filosofar era “pessoal,… Continue lendo “Da dissolução” – Marco LUCCHESI

“A Romênia entre a História e a Europa” (Tony Judt)

A edição de fevereiro de 2000 da revista masculina Plai cu Boi de Bucareste apresenta uma certa princesa Brianna Caradja. Variando de adereços de couro a quase nada, ela aparece nas páginas centrais numa série de poses meio desfocadas, flagelando servos (masculinos) subservientes e semidespidos. Os rapazes submissos, envoltos em fumaça, cortam lenha, puxam trenós… Continue lendo “A Romênia entre a História e a Europa” (Tony Judt)

Cioran, o místico de uma era pós-Deus: entrevista com Mirko Integlia (2ª parte)

"Il testo cioraniano è 'rischioso'. A escritura cioraniana possui uma profundidade que poderíamos definir, para usar uma terminologia atual, “hipertextual”, isto é, a assim-chamada mensagem não se esgota na imediatidade do escrito, mas abre continuamente vertentes de reflexão ulterior, as quais, de resto, atravessam a obra inteira como um fluxo de consciência que busca superar… Continue lendo Cioran, o místico de uma era pós-Deus: entrevista com Mirko Integlia (2ª parte)